terça-feira, 16 de abril de 2019

Fase oferece curso de Extensão com foco na Microbiologia em Alimentos Lácteos

Com o objetivo de orientar os profissionais da saúde sobre a importância das boas práticas de produção e manipulação de produtos lácteos, a fim de evitar a contaminação do homem e dos animais por microrganismos oportunistas, a Faculdade Arthur Sá Earp Neto (FMP/Fase) está oferecendo o novo curso de extensão em Microbiologia em Alimentos Lácteos.

“Alimentos lácteos são extremamente sensíveis à contaminação de microrganismos, favorecendo a transmissão de doenças aos humanos e também aos animais, a diminuição de vida útil do alimento no mercado, além de proporcionar sérios problemas à saúde pública”, explica Leandro Serrano, coordenador do curso de extensão da FMP/Fase.

O curso será dividido em duas etapas: módulo I, no dia 04 de maio, e o módulo II, no dia 11 de maio, ambos aos sábados, das 08 às 12h. A programação frisa as principais doenças provocadas por contaminação alimentar; Fatores que proporcionam a infecção alimentar; Microrganismos oportunistas; Vida de prateleira afetada; Agentes de deterioração de alimentos; Higiene na manipulação do leite no campo; A importância da Mastite; CTB (contagem total bacteriana) e CCS (contagem de células somáticas); Presença de antibióticos em produtos lácteos; e o processo fisiológico nos animais destinados à produção de leite.

As inscrições e outras informações estão disponíveis no site: www.fmpfase.edu.br.

Curso da Fase aborda o Pensamento de Michel Foucault sobre Sexualidade


O novo curso de extensão da Faculdade Arthur Sá Earp Neto (FMP/Fase) pretende levar ao conhecimento dos alunos o importante pensamento de Foucault sobre sexualidade, disciplina, poder, norma, saber e verdade.

“O curso trata da sexualidade em uma perspectiva histórica e filosófica, observando as formas e as suas práticas na Grécia antiga, nos séculos XVII e XVIII, submetida ao controle e medida, e momentos oportunos, não diferente da contemporaneidade”, explica Gustavo Saboia de Andrade Reis, coordenador do curso de extensão da FMP/Fase.


As aulas do curso de Introdução ao Pensamento de Michel Foucault - História da Sexualidade estão previstas para os dias 04, 11, 18, 25 de maio e 01 de junho de 2019 (sábados), das 13h às 15h. Outras informações e as inscrições estão disponíveis no site: www.fmpfase.edu.br.

Funcionários da FMP/Fase participam de palestra sobre alimentação saudável

Uma boa alimentação é fundamental para uma vida saudável e equilibrada. Pensando nisso, como resultado do trabalho que a CIPA - Comissão Interna de Prevenção de Acidentes - vem fazendo em seus encontros, discutindo diferentes aspectos do bem-estar dos funcionários, foi realizada, nesta terça-feira(16), a palestra "Dicas para uma Alimentação Saudável", em parceria com o Diretório Acadêmico de Nutrição e o setor de RH da faculdade. Durante o encontro, os participantes montaram pratos com os alimentos mais consumidos em suas refeições e aproveitaram a oportunidade para aprender dicas e esclarecer dúvidas.

Dicas na hora de montar a marmita:
1 - Opte por um recipiente de vidro;
2 - Evite alimentos que não resistam ao calor;
3 - Seque os folhosos e os coloque em recipiente à parte;
4 - Opte sempre por alimentos nutricionalmente balanceados, como legumes e verduras;
5 - Evite excessos e coloque apenas o que irá consumir.







segunda-feira, 15 de abril de 2019

FMP/Fase vai investir 13 milhões de reais no Hospital de Ensino Alcides Carneiro

Na manhã desta sexta-feira (12), a direção da Faculdade de Medicina de Petrópolis/Faculdade Arthur Sá Earp Neto (FMP/Fase) assinou um termo aditivo a um convênio firmado em 2003 com a Prefeitura Municipal de Petrópolis, prevendo o investimento de mais de R$ 13 milhões para o Hospital de Ensino Alcides Carneiro, ao longo de 12 anos.

Essa parceria exige de ambas as partes um compromisso de integração. Com esse convênio, queremos dar aos nossos alunos e professores melhores condições de desenvolver o processo ensino-aprendizado, que acaba por refletir na assistência à população que conta com um atendimento qualificado. Durante muitos anos, a faculdade investe nesse hospital, que considera como seu hospital escola há mais de 40 anos. O compromisso que a instituição tem com a rede pública de saúde é motivo de grande satisfação e este convênio revela a atitude de transparência que queremos manter com a sociedade de Petrópolis”, destaca Maria Isabel de Sá Earp de Resende Chaves, supervisora geral da FMP/Fase.

O Hospital de Ensino Alcides Carneiro é o maior hospital público de Petrópolis, sendo referência na Região Serrana pela qualidade na prestação de serviços, principalmente os relacionados à maternidade. Com a parceria, a unidade receberá os investimentos definidos no Plano Municipal de Saúde, aprovado pelo Conselho Municipal de Saúde, entre esses destacam-se as obras de reforma das enfermarias, centro obstétrico, construção de UTI pediátrica e uma Casa de Partos.

“É fundamental essa parceria com a faculdade. A primeira ampliação é principalmente na área da maternidade, que é onde temos maior demanda. Teremos mais 20 leitos no hospital para atender às mulheres. Atualmente, contamos com 40 leitos, mas não atendemos apenas pessoas do nosso município, pois temos muitos pacientes oriundos de municípios vizinhos, por isso precisamos ampliar a estrutura para conseguirmos atender a todos que buscam a unidade de saúde”, explica Filipe Furtuna, diretor presidente do Sehac.

Além dos alunos de graduação, a FMP/Fase também mantém programas de residência médica no Hospital de Ensino Alcides Carneiro. Para o prefeito de Petrópolis, Bernardo Rossi, o convênio significa um importante avanço para a saúde de Petrópolis. “É um marco na nossa história, porque esse hospital atende realmente a comunidade, as pessoas que mais precisam de atendimento, e já é uma parceria antiga. Mas com esse investimento daremos um avanço muito grande na ampliação da estrutura e na oferta dos nossos serviços”, destaca.

As ampliações, melhorias e reformas têm o objetivo de trazer mais qualidade no atendimento do hospital, que possui atualmente 226 leitos em operação. “Para o Conselho Municipal de Saúde, a assinatura desse convênio é importante, pois consolida a parceria que deu certo e traz muitos benefícios para a população. É fundamental que as pessoas compreendam que mais do que investimento em dinheiro, está se investindo em qualidade de serviço. O investimento de recurso financeiro na verdade se traduz na qualidade do serviço, quando o paciente chega aqui no hospital e sabe que tem um serviço de qualidade e de excelência”, frisa Rogério Tosta, presidente do Conselho Municipal de Saúde.

O HAC é um dos poucos hospitais municipais do país certificados pelos Ministérios da Educação e da Saúde como Hospital de Ensino. “É muito importante esse estreitamento da assistência com a docência, pois não existe uma boa assistência sem a boa docência e vice-versa. Um precisa do outro, com a mesma importância. O aluno estimula muito o profissional que atua no hospital, pois ele precisa estar sempre se atualizando na sua área de atuação e aprofundando o seu conhecimento. Cada vez mais os alunos e os pacientes ganham, pois o atendimento será mais focado e com olhar de tudo que é mais atual na área médica”, conclui Álvaro Veiga, diretor acadêmico de ensino do HAC.

Paulo Cesar Guimarães, diretor da FMP, Filipe Furtuna, diretor do HAC, Maria Isabel de Sá Earp, supervisora geral da FMP/Fase, Rogério Tosta, presidente do Conselho M. de Saúde, e Fabíola Heck, secretária M. de Saúde.


2º Seminário sobre Sexualidade e Diversidade

A FMP/Fase recebeu o 2º Seminário sobre Sexualidade e Diversidade, promovido pela Sociedade Brasileira de Medicina de Família e Comunidade, entre os dias 12 e 14 de abril, no Campus da instituição. O evento contou a participação do teólogo e filósofo Leonardo Boff, que falou sobre os cuidados em tempos de crise.

Da esquerda para a direita: Ademir Lopes, da Associação de Medicina de Família e Comunidade (AMFaC/SP), Paulo Sá, coordenador do curso de Medicina da FMP/Fase, Débora Teixeira, da Sociedade Brasileira de Medicina de Família e Comunidade (SBMFC), e Rita Borret, da AMFaC/RJ.