quarta-feira, 15 de maio de 2019

Precisamos refletir sobre Chikungunya

A Febre de Chikungunya é uma arbovirose veiculada pelos mosquitos Aedes aegypti e Aedes albopictus. Os sintomas são muito desagradáveis, com febre e fortes dores no corpo que demoram muito tempo para passar por completo, até meses. Não existe vacina e nem medicamento para prevenir a doença e a única forma de evitá-la é reduzindo a população dos mosquitos transmissores, ou a superfície de contato do corpo com o mosquito. 

Tal como a Dengue, a Febre Chikungunya se tornou um problema de saúde pública, comprometendo a força de trabalho de quem a contrai de modo prolongado e gerando sérios transtornos para as pessoas e suas famílias. Todos estão vulneráveis. 

Para se ter uma ideia, a prefeitura do Rio de Janeiro registrou um aumento de mais de 80% no número de casos de Chikungunya entre 2018 e 2019, tendo como base os quatro primeiros meses de cada ano. Em 2018, a cidade do Rio registrou 3.413 casos da doença, até o final de abril. Nesse ano, já foram contabilizados 6.188. No Estado, são 16 mil casos e duas mortes. A situação em Petrópolis também está se agravando. Os dados divulgados pela prefeitura revelam que a cidade registrou 240 novos casos apenas de janeiro até abril deste ano. Nesse mesmo período em 2018, apenas 9 casos foram detectados. 

No entanto, por um longo período, pregou-se que o controle da população de mosquitos através do popular fumacê resolveria a questão, assim como o controle dos criadouros de mosquito (água parada em vasos, piscinas, lixo abandonado como latas, garrafas, pneus, dentre outros). Fato é que essa política não resultou em grandes efeitos: por um lado, a pulverização do fumacê compromete a população de aves e outros insetos, essenciais dentro da cadeia ecológica, assim como causa danos a pessoas com sensibilidade respiratória e alergias; por outro lado, a vida urbana com aglomerados populacionais e infraestrutura insuficiente, e o acúmulo de lixo nas ruas promove a existência de criadouros após as chuvas, de impossível controle. 

Enquanto não se descobre um meio para se evitar a doença através de vacina, o jeito é educar a população no controle do mosquito, incluindo-a na responsabilidade no combate aos criadouros durante todo o ano e não só no período de chuvas, assim como orientando-a para o uso de roupas que cubram a maior parte do corpo em regiões com alta demografia de mosquitos, além de fornecer repelentes à população. 

Nas comunidades, o trabalho de orientação dos Agentes Comunitários de Saúde e dos Agentes de Endemias é crucial, pois eles compreendem melhor a dinâmica da população no território e sua cultura, acessando mais rápido a sensibilização da população a respeito do problema. O controle dos ecossistemas próximos às comunidades pressupõe o não desmatamento e a preservação ambiental, fatores imprescindíveis para o controle natural da população de mosquitos mediante a preservação de seus predadores. Assim como a fiscalização dos ambientes potenciais de criação de mosquito que devem ser combatidos e evitados. Os Agentes são importantes nesse elo de combate às arboviroses que têm afetado cada vez mais intensamente a população e sua qualidade de vida. 

A ciência pesquisa diversas formas de controlar a população de mosquitos interferindo no seu processo reprodutivo, intensificando o processo competitivo com outras espécies, dentre outras tecnologias, mas a escala ainda é pequena frente aos danos já instalados.

Paulo K. de Sá
Coordenador do curso de Medicina da FMP/Fase.

Fase oferece curso de extensão em Psicomotricidade e Atividades Inclusivas

Com o objetivo de apresentar os conceitos e aplicação das estruturas psicomotoras que tratam do esquema e imagem corporal, lateralidade, orientação espacial e temporal, assim como as dificuldades encontradas pela criança quando há alterações em uma dessas áreas, a Faculdade Arthur Sá Earp Neto (FMP/Fase) está com inscrições abertas para a segunda turma do curso de extensão em Psicomotricidade e Atividades Inclusivas.

O curso é direcionado aos profissionais e graduandos a partir do 5º período das áreas da saúde e educação, além de acadêmicos de Psicologia, a partir do 3º período. As aulas serão realizadas no campus da FMP/Fase, nos dias 03, 10, 17 e 24 de junho e 01 de julho de 2019 (segundas-feiras), das 18h às 22h.

“A psicomotricidade é uma ciência transdisciplinar que estuda e investiga as relações e as influências recíprocas e sistêmicas entre o psiquismo e a motricidade. É um campo de estudo que se entrelaça com os conhecimentos adquiridos nas áreas da psicologia, educação, biologia, psicanálise, sociologia, linguística, entre outras. Através das vivências práticas e inclusivas, o curso pretende produzir conhecimento para sua aplicação tanto na clínica quanto na escola. Trabalhamos com o elo entre a psicomotricidade e as práticas inclusivas de forma a potencializar todos os sujeitos envolvidos no processo da inclusão”, explica a coordenadora do curso de extensão da FMP/Fase, Marcia Barçante Ladvocat, doutora e mestre em Educação Física, especialista em Educação Psicomotora.

As inscrições, que devem ser realizadas até o dia 30 de maio, outras informações e a programação completa estão disponíveis no site: www.fmpfase.edu.br.

FMP/Fase oferece novo curso de pós-graduação em Dermatologia

A Faculdade Arthur Sá Earp Neto (FMP/Fase) está com inscrições abertas para o novo curso de pós-graduação em Dermatologia, que terá início em junho deste ano. As aulas ocorrerão no Hospital Central do Exército, no Rio de Janeiro, que é credenciado pela Sociedade Brasileira de Dermatologia - SBD para o ensino e a pesquisa na área.

O curso permitirá ao médico obter conhecimentos e habilidades necessários ao exercício da especialidade, preparando-o para o concurso de obtenção do título de especialista pela SBD, bem como para os desafios do mercado de trabalho atual. As aulas serão realizadas de segunda a sexta-feira, das 08h às 17h, com carga horária de 5.940 horas e duração de 36 meses.

“Os profissionais que participarem do curso serão preparados para serem capazes de diagnosticar e tratar as doenças da pele, cabelos, unhas e mucosas visíveis, e também das subáreas da Dermatologia: Dermatologia pediátrica, Dermatologia sanitária (Hanseníase, DST), Imunossupressores e Imunobiológicos. Nosso objetivo é preparar o aluno para obtenção do título de especialista pela Sociedade Brasileira de Dermatologia/Associação Médica Brasileira”, destaca a coordenadora da Pós-Graduação em Dermatologia da FMP/Fase, Leninha Valério do Nascimento, Phd em Dermatologia.

O curso abrange conhecimentos referentes às áreas fundamentais de formação do especialista, incluindo também a dermatologia geral, dermatocirurgia, dermatopatologia, fototerapia, oncodermatologia, cosmiatria, dermatoscopia, e ambulatório de doenças dos cabelos e unhas.

Durante o curso serão realizados atendimentos supervisionados nos ambulatórios das subespecialidades e na enfermaria de dermatologia e clínica médica, tudo isso apoiado por um programa de aulas teóricas e práticas cuidadosamente desenvolvido por profissionais de grande experiência na área do ensino dermatológico nacional. Outras informações sobre a pós-graduação e as inscrições estão disponíveis no site: www.fmpfase.edu.br.

segunda-feira, 6 de maio de 2019

Fase está com inscrições abertas para o Vestibular


Se sua área de interesse está voltada para Administração, Enfermagem, Nutrição, Gestão Pública, Odontologia, Radiologia, Recursos Humanos ou Psicologia, fique atento, pois a Faculdade Arthur Sá Earp Neto (FMP/Fase) está com inscrições abertas para o Vestibular do dia 16 de junho.

O processo seletivo é para início já neste segundo semestre de 2019. Também será aceito o ingresso direto com a nota do Enem e há 30% de desconto em todas as mensalidades para transferência e reingresso (exceto para o curso de Odontologia). Vale destacar que as pessoas acima dos 50 anos que queiram cursar Recursos Humanos, Gestão Pública ou Administração recebem 50% de desconto em todas as mensalidades.

A Fase também oferece 20% de desconto para que funcionários de empresas conveniadas e seus dependentes diretos possam cursar a graduação, exceto para o curso de Odontologia.

A lista completa das empresas conveniadas à FMP/Fase, as inscrições para o Vestibular e outras informações estão disponíveis no site: www.fmpfase.edu.br/vestibular.


quinta-feira, 2 de maio de 2019

Gerenciamento de Projetos


A Faculdade Arthur Sá Earp Neto (FMP/Fase) recebe, neste sábado(04), o 1º Encontro de Gerenciamento de Projetos do Núcleo Região Serrana do PMI Rio, que abordará os “Desafios e Tendências em Gerenciamento de Projetos”, das 09 às 16h. A programação do evento e as inscrições, disponíveis até esta sexta-feira, podem ser acessadas no site www.eventbrite.com.br. 

18ª Semana de Enfermagem da FMP/Fase aborda os desafios para a prática com equidade


Com o objetivo de refletir e discutir sobre a atuação da Enfermagem no contexto do cuidado com equidade, a Faculdade Arthur Sá Earp Neto (FMP/Fase) vai promover a Semana de Enfermagem, que este ano está em sua 18ª edição e traz o tema “Os desafios da Enfermagem para a prática com equidade”. As atividades serão realizadas nos dias 14 e 15 de maio, das 08h às 13h, na Sala Arthur de Sá Earp Neto, na sede da instituição.

Durante o evento, acadêmicos, enfermeiros, técnicos e auxiliares de Enfermagem terão a oportunidade de participar de apresentações culturais e palestras relacionadas ao tema da Semana. “Os desafios em se conseguir exercer a profissão com equidade envolvem recursos disponíveis, mão de obra qualificada, número suficiente de funcionários, estruturas adequadas, materiais necessários etc”, explica Renato Duarte, coordenador da 18ª Semana de Enfermagem da FMP/Fase.

O evento contará com a presença de especialistas e profissionais de Enfermagem da FMP/Fase e de instituições como Fiocruz, UFRJ, UERJ e UFF, que abordarão os seguintes tópicos: Podiatria e Laserterapia; Genética e Genoma; Licenciatura em Enfermagem e a relação saúde e meio ambiente; Cuidados no Centro de Material e Esterilização; A Enfermagem nos EUA; e A saúde mental do profissional de Enfermagem na atualidade.

A Cerimônia de Insígnias, que marca a transição dos alunos do 5º e 6º períodos do campo teórico para os estágios práticos, encerra a Semana de Enfermagem, no dia 16, às 18h. Outras informações e as inscrições, que estarão abertas até o dia 13, estão disponíveis no site: www.fmpfase.edu.br.


Centenário Donato D´Angelo


A Academia Nacional de Medicina celebra, nesta quinta-feira (25/04), o Centenário de Nascimento do Acadêmico Donato D´Angelo. O médico ortopedista foi um dos professores fundadores da Faculdade de Medicina de Petrópolis e docente titular da disciplina de Ortopedia, durante 31 anos. Donato, que faleceu em 2014 com 97 anos, era considerado um dos maiores ortopedistas e traumatologistas do Brasil e do mundo, tendo cuidado de alguns famosos, como o cantor Roberto Carlos.



Da direita para a esquerda: O diretor da Faculdade de Medicina de Petrópolis, Paulo Cesar Guimarães, ao lado do vice-presidente da Academia Nacional de Medicina, Antonio Egídio Nardi, e dos acadêmicos Mauricio Younes Ibrahim, Omar da Rosa Santos e Karlos Mesquita, autores da homenagem ao falecido médico ortopedista, Donato D'Angelo, representado por sua esposa, Wanda. A cerimônia ocorreu durante o Simpósio de Celebração do Dia Internacional de Luta Contra a Malária, na quinta-feira (25/04), na sede da ANM/RJ.

Fase oferece Curso de Extensão em Gerenciamento do Ativo Humano em Projetos e Mudanças


Consolidar conhecimentos e estratégias para gerir pessoas em ambientes complexos de projetos e as mudanças por eles provocadas é o objetivo do novo curso de extensão em Gerenciamento do Ativo Humano em Projetos e Mudanças, da Faculdade Arthur Sá Earp Neto (FMP/Fase).

“As empresas maximizam seus negócios através de projetos, que são a soma dos esforços de pessoas. Em uma posição de gestão, saber gerir pessoas é mandatório. Se a posição é operacional, entender as inter-relações é um grande diferencial profissional”, destaca Filipe Resende Fernandes, coordenador do curso de extensão da FMP/Fase.

Voltado para estudantes, funcionários de empresas, empreendedores, gestores, empresários e todos que podem se beneficiar dos conhecimentos de gestão que envolvem o maior ativo do planeta, as pessoas, o curso será realizado no campus da FMP/Fase, nos dias 04 e 11 de maio de 2019 (sábados), das 13h30 às 17h30. As inscrições e outras informações podem ser obtidas no site: www.fmpfase.edu.br.

Coaching – Treinamente é tema de curso na Fase


Planejar, montar estratégias para realização de um sonho, gerenciar o próprio tempo e ainda lidar com os afazeres do dia a dia nos parece algo impossível, não é verdade? A cada semana, parece que os dias de 24 horas não dão conta para tantas coisas que precisam ser resolvidas e a sensação de estresse e fracasso se torna mais frequente entre os profissionais.

Pensando nessa demanda do mercado, a Faculdade Arthur Sá Earp Neto (FMP/Fase) lança o curso de extensão em Coaching – Treinamente. O objetivo é treinar os participantes para a otimização do tempo e a conquista de resultados, através da metodologia “Treinamente”, que proporciona o aumento do foco, da concentração e da produtividade, com uma melhor percepção do tempo, aumentando a capacidade de gerenciar com mais facilidade as tarefas diárias.

“O treinamento foi criado pensando na alta demanda da população em administrar melhor seu tempo, e na falta de clareza em relação a planejamentos de médio e longo prazos. Pensando nisso, criamos o Treinamente, para poder impactar pessoas e construir vidas melhores”, ressalta o coordenador do curso de extensão da FMP/Fase, Júlio Dantas Araújo Duarte.

As aulas serão divididas em três etapas: Autoconhecimento, essencial para compreender a realidade de cada um e seus objetivos. O aluno é convidado a buscar na sua história os valores que regem sua vida. Conhecer a si mesmo é o primeiro passo para traçar suas metas; Comunicação Positiva, para aprender as melhores formas de criar interações e conexões (com o outro e consigo mesmo) para estabelecer relacionamentos saudáveis e poder construir elementos sólidos e positivos em sua vida; e Administração do Tempo, onde o participante estuda a dinâmica do seu dia e irá aprender a otimizar seu tempo e alcançar alta produtividade de forma que consiga construir no dia a dia o caminho para a realização dos seus sonhos.

O curso será realizado nos dias 04, 11 e 18 de maio (sábados), das 09h às 13h, no campus da FMP/Fase. Outras informações e as inscrições estão disponíveis no site: www.fmpfase.edu.br.

Fase oferece novo Curso de Extensão em Oratória


Muitas pessoas não conseguem elaborar e apresentar as suas ideias na empresa ou mesmo para um grupo de clientes, pois se sentem incomodadas com a exposição. Visando capacitar os participantes para que possam desenvolver essas habilidades, a Faculdade Arthur Sá Earp Neto (FMP/Fase) está com inscrições abertas para o novo curso de extensão em Oratória.


As aulas serão didáticas, com material prático e vivencial, para que o aluno consiga melhorar a comunicação corporal e verbal, além de aprender a falar em público, praticar a escrita de discursos, construir autoconfiança e autoconsciência.


“Habilidades relacionadas à oratória, como autoconfiança e autoconsciência, fazem a diferença tanto na vida pessoal quanto profissional. O curso pode auxiliar estudantes que, além de se prepararem para o mercado de trabalho, já participam de atividades em que essa habilidade se faz necessária (apresentação de trabalhos, palestras, entrevistas, trabalho em grupo, liderança etc), e também profissionais que podem agregar essa competência como mais uma ferramenta útil no seu dia a dia”, destaca Andressa Moreira Hazboun, coordenadora do novo curso de extensão da FMP/Fase.

O curso será dividido em dois módulos: o primeiro no dia 01 de junho de 2019 (sábado), das 13h30 às 18h30 e o segundo no sábado seguinte, dia 08 de junho, no mesmo horário. Serão utilizados jogos teatrais, técnicas de respiração, meditação, projeção vocal, articulação, técnicas de escrita (storytelling e mindmap) e técnicas de criatividade. Outras informações e as inscrições estão disponíveis no site: www.fmpfase.edu.br.


Curso da Fase ensina abordagem empresarial de Design Thinking


Inovar, estabelecer metas e buscar novos caminhos para transformar o mercado em que se atua são constantes desafios enfrentados pelas empresas no dia a dia, pois precisam apresentar atrativos que fidelizem seus clientes, além de possibilitar o alcance de novos projetos. 


Diante desse cenário, a Faculdade Arthur Sá Earp Neto (FMP/Fase) oferece o novo curso de Extensão em Design Thinking, apresentando essa abordagem prática-criativa que visa a resolução de problemáticas em diversas áreas empresariais, principalmente no desenvolvimento de produtos e serviços, tendo como base o trabalho em equipe.


“Olhando para o mercado, em uma economia darwiniana na qual nos encontramos, os desafios são cada vez mais complexos e somente as empresas e as pessoas mais adaptáveis sobreviverão. A abordagem do Design Thinking é centrada no ser humano, colaborativa, multidisciplinar e criativa para resolver problemas complexos”, explica o coordenador do curso de extensão da FMP/Fase, Rodrigo Garcia.

Essa abordagem é muito utilizada por grandes empresas como IDEO, Google, Netflix, Starbucks e IKEA. No curso da FMP/Fase serão apresentados os conceitos do Design Thinking para que os participantes possam conhecer as fases dessa abordagem e aplicar em um problema pessoal ou empresarial, sendo possível analisar os dados e propor soluções. Além disso, cases de sucesso serão apresentados nas aulas.

“A principal proposta deste modelo de desenvolvimento criativo é encontrar respostas que sejam revolucionárias ou inovadoras para os problemas identificados, focando nas reais necessidades do mercado”, finaliza o coordenador.

As aulas serão realizadas no campus da FMP/Fase, nos dias 06, 13 e 20 de julho de 2019 (sábados), das 13h30 às 17h30. As inscrições e outras informações podem ser obtidas no site: www.fmpfase.edu.br.

terça-feira, 16 de abril de 2019

Fase oferece curso de Extensão com foco na Microbiologia em Alimentos Lácteos

Com o objetivo de orientar os profissionais da saúde sobre a importância das boas práticas de produção e manipulação de produtos lácteos, a fim de evitar a contaminação do homem e dos animais por microrganismos oportunistas, a Faculdade Arthur Sá Earp Neto (FMP/Fase) está oferecendo o novo curso de extensão em Microbiologia em Alimentos Lácteos.

“Alimentos lácteos são extremamente sensíveis à contaminação de microrganismos, favorecendo a transmissão de doenças aos humanos e também aos animais, a diminuição de vida útil do alimento no mercado, além de proporcionar sérios problemas à saúde pública”, explica Leandro Serrano, coordenador do curso de extensão da FMP/Fase.

O curso será dividido em duas etapas: módulo I, no dia 04 de maio, e o módulo II, no dia 11 de maio, ambos aos sábados, das 08 às 12h. A programação frisa as principais doenças provocadas por contaminação alimentar; Fatores que proporcionam a infecção alimentar; Microrganismos oportunistas; Vida de prateleira afetada; Agentes de deterioração de alimentos; Higiene na manipulação do leite no campo; A importância da Mastite; CTB (contagem total bacteriana) e CCS (contagem de células somáticas); Presença de antibióticos em produtos lácteos; e o processo fisiológico nos animais destinados à produção de leite.

As inscrições e outras informações estão disponíveis no site: www.fmpfase.edu.br.

Curso da Fase aborda o Pensamento de Michel Foucault sobre Sexualidade


O novo curso de extensão da Faculdade Arthur Sá Earp Neto (FMP/Fase) pretende levar ao conhecimento dos alunos o importante pensamento de Foucault sobre sexualidade, disciplina, poder, norma, saber e verdade.

“O curso trata da sexualidade em uma perspectiva histórica e filosófica, observando as formas e as suas práticas na Grécia antiga, nos séculos XVII e XVIII, submetida ao controle e medida, e momentos oportunos, não diferente da contemporaneidade”, explica Gustavo Saboia de Andrade Reis, coordenador do curso de extensão da FMP/Fase.


As aulas do curso de Introdução ao Pensamento de Michel Foucault - História da Sexualidade estão previstas para os dias 04, 11, 18, 25 de maio e 01 de junho de 2019 (sábados), das 13h às 15h. Outras informações e as inscrições estão disponíveis no site: www.fmpfase.edu.br.

Funcionários da FMP/Fase participam de palestra sobre alimentação saudável

Uma boa alimentação é fundamental para uma vida saudável e equilibrada. Pensando nisso, como resultado do trabalho que a CIPA - Comissão Interna de Prevenção de Acidentes - vem fazendo em seus encontros, discutindo diferentes aspectos do bem-estar dos funcionários, foi realizada, nesta terça-feira(16), a palestra "Dicas para uma Alimentação Saudável", em parceria com o Diretório Acadêmico de Nutrição e o setor de RH da faculdade. Durante o encontro, os participantes montaram pratos com os alimentos mais consumidos em suas refeições e aproveitaram a oportunidade para aprender dicas e esclarecer dúvidas.

Dicas na hora de montar a marmita:
1 - Opte por um recipiente de vidro;
2 - Evite alimentos que não resistam ao calor;
3 - Seque os folhosos e os coloque em recipiente à parte;
4 - Opte sempre por alimentos nutricionalmente balanceados, como legumes e verduras;
5 - Evite excessos e coloque apenas o que irá consumir.







segunda-feira, 15 de abril de 2019

FMP/Fase vai investir 13 milhões de reais no Hospital de Ensino Alcides Carneiro

Na manhã desta sexta-feira (12), a direção da Faculdade de Medicina de Petrópolis/Faculdade Arthur Sá Earp Neto (FMP/Fase) assinou um termo aditivo a um convênio firmado em 2003 com a Prefeitura Municipal de Petrópolis, prevendo o investimento de mais de R$ 13 milhões para o Hospital de Ensino Alcides Carneiro, ao longo de 12 anos.

Essa parceria exige de ambas as partes um compromisso de integração. Com esse convênio, queremos dar aos nossos alunos e professores melhores condições de desenvolver o processo ensino-aprendizado, que acaba por refletir na assistência à população que conta com um atendimento qualificado. Durante muitos anos, a faculdade investe nesse hospital, que considera como seu hospital escola há mais de 40 anos. O compromisso que a instituição tem com a rede pública de saúde é motivo de grande satisfação e este convênio revela a atitude de transparência que queremos manter com a sociedade de Petrópolis”, destaca Maria Isabel de Sá Earp de Resende Chaves, supervisora geral da FMP/Fase.

O Hospital de Ensino Alcides Carneiro é o maior hospital público de Petrópolis, sendo referência na Região Serrana pela qualidade na prestação de serviços, principalmente os relacionados à maternidade. Com a parceria, a unidade receberá os investimentos definidos no Plano Municipal de Saúde, aprovado pelo Conselho Municipal de Saúde, entre esses destacam-se as obras de reforma das enfermarias, centro obstétrico, construção de UTI pediátrica e uma Casa de Partos.

“É fundamental essa parceria com a faculdade. A primeira ampliação é principalmente na área da maternidade, que é onde temos maior demanda. Teremos mais 20 leitos no hospital para atender às mulheres. Atualmente, contamos com 40 leitos, mas não atendemos apenas pessoas do nosso município, pois temos muitos pacientes oriundos de municípios vizinhos, por isso precisamos ampliar a estrutura para conseguirmos atender a todos que buscam a unidade de saúde”, explica Filipe Furtuna, diretor presidente do Sehac.

Além dos alunos de graduação, a FMP/Fase também mantém programas de residência médica no Hospital de Ensino Alcides Carneiro. Para o prefeito de Petrópolis, Bernardo Rossi, o convênio significa um importante avanço para a saúde de Petrópolis. “É um marco na nossa história, porque esse hospital atende realmente a comunidade, as pessoas que mais precisam de atendimento, e já é uma parceria antiga. Mas com esse investimento daremos um avanço muito grande na ampliação da estrutura e na oferta dos nossos serviços”, destaca.

As ampliações, melhorias e reformas têm o objetivo de trazer mais qualidade no atendimento do hospital, que possui atualmente 226 leitos em operação. “Para o Conselho Municipal de Saúde, a assinatura desse convênio é importante, pois consolida a parceria que deu certo e traz muitos benefícios para a população. É fundamental que as pessoas compreendam que mais do que investimento em dinheiro, está se investindo em qualidade de serviço. O investimento de recurso financeiro na verdade se traduz na qualidade do serviço, quando o paciente chega aqui no hospital e sabe que tem um serviço de qualidade e de excelência”, frisa Rogério Tosta, presidente do Conselho Municipal de Saúde.

O HAC é um dos poucos hospitais municipais do país certificados pelos Ministérios da Educação e da Saúde como Hospital de Ensino. “É muito importante esse estreitamento da assistência com a docência, pois não existe uma boa assistência sem a boa docência e vice-versa. Um precisa do outro, com a mesma importância. O aluno estimula muito o profissional que atua no hospital, pois ele precisa estar sempre se atualizando na sua área de atuação e aprofundando o seu conhecimento. Cada vez mais os alunos e os pacientes ganham, pois o atendimento será mais focado e com olhar de tudo que é mais atual na área médica”, conclui Álvaro Veiga, diretor acadêmico de ensino do HAC.

Paulo Cesar Guimarães, diretor da FMP, Filipe Furtuna, diretor do HAC, Maria Isabel de Sá Earp, supervisora geral da FMP/Fase, Rogério Tosta, presidente do Conselho M. de Saúde, e Fabíola Heck, secretária M. de Saúde.


2º Seminário sobre Sexualidade e Diversidade

A FMP/Fase recebeu o 2º Seminário sobre Sexualidade e Diversidade, promovido pela Sociedade Brasileira de Medicina de Família e Comunidade, entre os dias 12 e 14 de abril, no Campus da instituição. O evento contou a participação do teólogo e filósofo Leonardo Boff, que falou sobre os cuidados em tempos de crise.

Da esquerda para a direita: Ademir Lopes, da Associação de Medicina de Família e Comunidade (AMFaC/SP), Paulo Sá, coordenador do curso de Medicina da FMP/Fase, Débora Teixeira, da Sociedade Brasileira de Medicina de Família e Comunidade (SBMFC), e Rita Borret, da AMFaC/RJ.






terça-feira, 9 de abril de 2019

Alunos de Nutrição da FMP/Fase visitam Arboreto da Fiocruz


Os alunos do 1º período do curso de Nutrição da FMP/Fase tiveram uma aula bem diferente de Fitoterapia, no dia 28 de março. O grupo visitou o Arboreto da Fiocruz, em Petrópolis, acompanhado da professora da disciplina, Brigitte Olichon.

Os alunos foram guiados por monitores a uma exposição viva e permanente da biodiversidade vegetal, que tem como principal objetivo ajudar a sociedade a compreender as diferenças e características de diversas espécies de plantas, em especial aquelas com o mesmo nome popular, assim como as PANCs (Plantas Alimentícias Não Convencionais) e aquelas autorizadas para uso no SUS.

“O contato direto dos alunos com as plantas que estudamos na disciplina tem impacto profundo no processo de aprendizagem, assim como sensibiliza para o cuidado do bioma e para a valorização das práticas complementares e integrativas de atenção à saúde”, explica Brigitte Olichon, que é nutricionista e naturopata.






segunda-feira, 8 de abril de 2019

FMP/Fase inaugura novo prédio do Ambulatório Escola e amplia oferta de atendimentos em Petrópolis

Nesta sexta-feira (05), a direção da Faculdade de Medicina de Petrópolis/Faculdade Arthur Sá Earp Neto (FMP/Fase) inaugurou o novo prédio do Ambulatório Escola, localizado em Cascatinha. A partir de agora, a população passa a contar com a nova estrutura oferecida pela unidade, que também é conveniada ao Sistema Único de Saúde.

Por ser uma unidade de ensino na área da saúde, os pacientes serão atendidos no Ambulatório Escola por acadêmicos dos cursos de Nutrição, Enfermagem, Psicologia, Radiologia, Medicina e Odontologia, sempre supervisionados por professores, profissionais especialistas nas respectivas áreas. Toda a dinâmica de atendimento dos pacientes é discutida entre estudantes e professores com base nas melhores evidências científicas visando à formação de novos profissionais de saúde e garantindo um atendimento de excelência aos usuários da unidade.

“Uma das atribuições do Sistema Único de Saúde é a formação de novos profissionais de saúde. A relação da Faculdade com o SUS opera nessa lógica, articulando o processo de ensino e formação de recursos humanos com o atendimento universal e de qualidade à população, permitindo acesso para os usuários do SUS a um serviço de excelência que tradicionalmente não teria condição de financiar”, explica Maria Isabel de Sá Earp de Resende Chaves, supervisora geral da FMP/Fase.

Toda a obra de construção do novo prédio, investimento de R$ 13 milhões, foi custeada com recursos da Fundação Octacílio Gualberto, mantenedora da FMP e da Fase. Agora, a população conta com mais uma ampla e moderna estrutura de atendimento. O novo prédio de 7 andares oferece 52 consultórios odontológicos, 19 consultórios médicos e  2 salas de pequenas cirurgias; serviço odontológico de imagem com  3 salas de raios-x e tomografia odontológica; novo ambiente para exames complementares de ultrassonografia, ecocardiografia e eletrocardiografia;  posto de coleta de exames, central de esterilização de materiais, 2 salas de curativos, posto de enfermagem, laboratório de simulação odontológica, sala de estudos para alunos, 7 salas de aula com 48 lugares cada, 3 salas de professores, 1 sala de reuniões, além de nova recepção e sala de espera.

“Eu agradeço a parceria da FMP/Fase com a Prefeitura. É muito gratificante ver como a saúde em Petrópolis está evoluindo e, hoje, o município precisa muito dessa parceria com a faculdade. Estou encantado com toda a estrutura que estão oferecendo aqui, porque é um espaço onde as pessoas mais carentes terão acesso a um atendimento de ponta, com excelência”, destaca Bernardo Rossi, prefeito de Petrópolis.

O Ambulatório Escola, além de oferecer consultas e exames, possui serviço de pequenas cirurgias, vacinação e imunização. É reconhecido como centro de referência em curativos no Município, realizando, em média, 625 procedimentos por mês. No segundo semestre de 2018, além dos atendimentos realizados pelos cursos de pós-graduação em odontologia, também foram iniciadas as atividades do curso de graduação. Todos os procedimentos realizados no Ambulatório Escola seguem as Políticas Públicas de Saúde, com foco na integralidade e na abordagem interdisciplinar do paciente. Entre Consultas de Especialidades, Exames Complementares, Procedimentos e Atividades Educativas, em 2018, foram realizados 95.360 atendimentos, com média mensal de 7.947.

O novo prédio do Ambulatório Escola conta com todos os recursos que garantem acessibilidade (elevadores, rampas, banheiros adaptados, mobiliário adequado), de modo que toda a população possa ser plenamente atendida na unidade. Além disso, acompanhando o padrão institucional, a nova edificação conta com sistema de recolhimento da água da chuva para reutilização nos jardins e sistema sanitário; telhado verde contendo área de convivência; iluminação natural em todos os ambientes que também contam com sistema de climatização; tela protetora das fachadas contra excessiva insolação para reduzir a temperatura do ambiente e evitar o uso excessivo de ar condicionado, demonstrando real preocupação com a sustentabilidade.

A clínica de odontologia utilizará prontuário eletrônico de pacientes possibilitando a atualização dos métodos de armazenamento e consulta de informação, facilitando a sua transmissão para outras unidades do Sistema e para trabalhos científicos. Além disso, todo o serviço de imagem utilizará equipamentos digitais.

“O curso de Odontologia, de uma maneira geral, veio para completar esse quadro de tradição da FMP/Fase em relação ao cuidado integral oferecido aos pacientes. Esse prédio vem nos possibilitar inúmeras outras práticas de ensino. Serão realizados os mais diversos procedimentos clínicos em adultos e crianças. Será um ganho muito grande para a população. Além dos cursos de pós-graduação que terão mais essa área prática, teremos um curso de extensão em traumatismo dentário. Caso a pessoa quebre o dente em um tombo ou em um acidente poderá recorrer também a esses atendimentos. Além disso, contamos com a novidade da clínica infantil, com procedimentos que serão oferecidos desde bebês até adolescentes”, ressalta Vera Soviero, coordenadora do curso de Odontologia da FMP/Fase.

Os modernos equipamentos odontológicos de imagem digitalizada permitirão ampliar o número de vagas de estágio do curso de Radiologia garantindo uma formação qualificada destes tecnólogos. Outra novidade é o padrão tecnológico das duas salas de pequenas cirurgias que permitirão a realização de procedimentos de maior complexidade no AMBE. A nova unidade de saúde foi equipada integralmente com aparelhos de última geração visando à segurança dos pacientes e à excelência do ensino.

“A nossa expectativa é grande, porque com essa nova estrutura teremos como fazer um atendimento mais personalizado. Além disso, crescer a oferta de especializações na área de Odontologia é muito interessante, pois muitas vezes, por questão de distância e até mesmo de segurança, muitos profissionais acabam não fazendo uma pós-graduação”, frisa Ana Beatriz Goettnauer, aluna do 7º período de Odontologia da FMP/Fase.

Esse novo empreendimento também promove o desenvolvimento econômico de Petrópolis gerando novos empregos diretos e indiretos, tendo em vista a demanda gerada por serviços especializados de infraestrutura e manutenção de equipamentos.

“Eu já sou atendida na unidade há dez anos. Tive três infartos e, desde então, faço acompanhamento aqui. Estou encantada com toda essa nova estrutura. O espaço já é excelente, agora vai melhorar ainda mais. Estou muito feliz com mais essa conquista para a comunidade”, finaliza a aposentada Linda de Oliveira, moradora de Cascatinha.

Todas as especialidades (pediatria, cardiologia, clínica cirúrgica, clínica médica, dermatologia, endocrinologia, enfermagem, gastroenterologia, ginecologia, neurologia, DTM, nutrição, obstetrícia, odontologia, oftalmologia, ortopedia, otorrinolaringologia, alergia pediátrica, urologia, radiologia odontológica, psicologia, psiquiatria e uroginecologia) são oferecidas através do Sistema Único de Saúde (SUS), sendo que alguns procedimentos odontológicos ainda não conveniados ao SUS serão oferecidos a preços populares. Os pacientes devem agendar suas consultas pelo telefone: (24) 2235-2224.




 

 


quinta-feira, 4 de abril de 2019

Petrópolis recebe novos profissionais para o SUS

O mês de abril começa com uma boa notícia para o setor municipal de saúde. Neste dia primeiro, a cidade deu as boas-vindas aos 44 novos residentes da Faculdade de Medicina de Petrópolis/Faculdade Arthur Sá Earp Neto (FMP/Fase) que ingressam no Sistema Único de Saúde. São profissionais médicos, enfermeiros, psicólogos e nutricionistas integrantes dos Programas de Residência Médica, Multiprofissional e em Área Profissional da Saúde integrados ao Pró-Residência do Ministério da Educação e do Ministério da Saúde.

Os residentes já começaram a exercer suas funções, no dia primeiro de março, nas Unidades de Saúde da Família que são geridas pela FMP/Fase, no Ambulatório Escola da faculdade, localizado em Cascatinha, além do Hospital Municipal Dr. Nelson de Sá Earp e do Hospital de Ensino Alcides Carneiro, e nos serviços conveniados, como: Hospital Federal de Bonsucesso, Hospital Universitário Antônio Pedro, Inca, Instituto Estadual de Cardiologia Aloysio de Castro (IECAC), Centros de Atenção Psicossocial, dentre outras instituições.

“É extremamente importante esse processo de residência, que é uma complementação da graduação. Ela prepara quase que totalmente o profissional, isso porque a gente tem sempre que se atualizar e ir aprendendo até o nosso último dia de vida profissional. Na residência, os profissionais que buscam essa especialização contam com a presença e a experiência do preceptor, que está ali para acompanhar os atendimentos e auxiliar nos diagnósticos, pois é um médico que já está atuando na área específica há mais tempo”, salienta Paulo Cesar Guimarães, diretor da Faculdade de Medicina de Petrópolis.

No total, são 09 profissionais na Residência Multiprofissional em Atenção Básica, 06 em Residência em Área Profissional em Saúde e 29 em Residência Médica. Os residentes vieram de diversas cidades do Rio de Janeiro e de Minas Gerais. A parceria entre a FMP/Fase e a Prefeitura Municipal garante que o SUS tenha mais profissionais atuando na cidade. 

“A parceria entre a FMP/Fase e a Prefeitura de Petrópolis vem funcionando há muitos anos. A novidade agora é a criação da casa de parto e de toda a evolução na parte obstétrica no Hospital de Ensino Alcides Carneiro. Como o setor de saúde pública do nosso município está sendo referência em toda a nossa região, estamos atraindo muitos pacientes de outras cidades. Antes, tínhamos uma demanda anual de 3 mil pessoas, agora temos quase 14 mil. Com toda a crise que assola o país, muitas pessoas deixaram os planos de saúde e vieram para o Sistema Único de Saúde, então é um grande desafio para nós termos como atender toda essa demanda na prestação dos serviços oferecidos”, explica Bernardo Rossi, prefeito de Petrópolis. 

Na área de residência médica, são 04 novos residentes em Anestesiologia, 01 em Cirurgia Geral, 06 em Clínica Médica, 01 em Endoscopia, 02 em Medicina de Família e Comunidade, 04 em Obstetrícia e Ginecologia, 05 em Pediatria, 02 em Área Cirúrgica Básica e 04 em Radiologia e Diagnóstico por Imagem. Na área de Residência Multiprofissional Atenção Básica, são 05 de Enfermagem, 02 de Nutrição e 02 de Psicologia. Já na Residência em Área Profissional em saúde, são 04 em Enfermagem em Terapia Intensiva e 02 em Enfermagem Obstétrica. 

“Quando comecei a procurar o local de residência, alguns amigos meus, que fizeram residência aqui em Petrópolis, começaram a me dizer que adoraram o serviço e me indicavam a faculdade como referência de ensino. Resolvi vir conhecer os serviços que são oferecidos na cidade e estou adorando. Tinham campos de atuação dentro do hospital que eu ainda não conhecia, aqui eu tenho a oportunidade de conhecer todas as áreas de atuação e me especializar de forma integral”, conta a médica Caroline Ribeiro, residente em Pediatria, moradora de Nova Iguaçu.

A proximidade com algumas cidades mineiras também reflete no interesse dos residentes por Petrópolis, que além de ser um município seguro, também oferece amplos cenários de atuação. “Eu escolhi a FMP/Fase por ser uma faculdade conceituada na região, além de estar localizada próxima à minha cidade, onde vive a minha família. Eu estou com muita expectativa de me desenvolver como pessoa e também como profissional. Não conhecia a cidade, estou me sentindo feliz, por me sentir segura e acolhida aqui”, destaca a enfermeira Fernanda Matoso, Residente em Terapia Intensiva, moradora de Juiz de Fora.

Os benefícios para a população com a chegada dos novos residentes foram enfatizados pela Secretária Municipal de Saúde, durante o evento de recepção. “A residência complementa a graduação e faz a integração ensino e serviço que é o mais importante, porque capacita melhor para o mercado de trabalho. Era uma luta que a gente levantava para Petrópolis ter a residência em enfermagem obstétrica. Esse é um caminho inclusive para a gente melhorar a qualidade do hospital. A gente teve uma experiência muito legal com duas turmas passadas e queremos mesmo que eles se formem e que possam ter os cenários reais da prática do dia a dia, já que estamos mais voltados para a assistência”, finaliza Fabíola Heck, Secretária Municipal de Saúde.



Agradecimento


A Direção da FMP/Fase se reuniu, na terça-feira(02), com os operários encarregados da obra do novo prédio do Ambulatório Escola, em Cascatinha, para agradecer pelo empenho e dedicação depositados por cada um dos mais de 80 funcionários e empresas prestadoras de serviços que participaram do projeto, desde o início de sua execução, em 2016. A partir do dia 05 de abril, a população passará a contar com a nova estrutura conveniada à rede pública de saúde. Dentre os diversos serviços que serão oferecidos, destacam-se os atendimentos odontológicos em 52 estações de trabalho, mais 19 consultórios médicos e novas salas de pequenas cirurgias.









Centro de Pesquisa e Pós-graduação Professor João Miranda


Na manhã desta segunda-feira, 1º de abril, alunos, professores, colaboradores, amigos e familiares do saudoso professor João Carlos de Miranda se reuniram para prestar justa homenagem, no campus da FMP/Fase, ao querido professor, que completaria 59 anos na data de hoje. A ocasião foi marcada por muita emoção nos discursos daqueles que lembraram com carinho dos momentos de convívio com o mestre. O prédio que abriga a COPPEx – Coordenação de Pesquisa e Pós-graduação –, onde o professor atuou durante vários anos, recebeu nova denominação, passando a se chamar Centro de Pesquisa e Pós-graduação Professor João Miranda. 

João Carlos de Miranda foi pioneiro no desenvolvimento da cultura da pesquisa cientifica na FMP/Fase e dos seus desdobramentos, como a prática de iniciação científica e a implantação de grupos de pesquisa. Criador da 1ª Mostra de Trabalhos Científicos e coordenador, nos 22 anos seguintes, das edições da Semana Científica, que hoje se configura como o maior evento da faculdade. 

Biólogo e mestre em Geografia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, João Miranda foi professor dos cursos de Medicina, Enfermagem, Administração e Nutrição, e também das Residências Multiprofissional em Atenção Básica, Profissional de Enfermagem e de Medicina de Família e Comunidade. 

Atuante nas áreas de Saúde Coletiva e Ecologia, João Miranda coordenou o Programa Curricular Saúde e Sociedade em cinco equipes de saúde da família, em Petrópolis, onde desenvolveu pesquisa junto às equipes de profissionais, alunos e professores, sobre os principais fatores socioambientais do processo saúde-doença, visando o desenvolvimento de programas de educação em saúde nas comunidades atendidas. 

Reconhecido por sua competência e dedicação, João Miranda era querido por toda a comunidade acadêmica, deixando-nos prematuramente em 2017.



Os diretores da FMP/Fase, Maria Isabel de Sá Earp e Paulo Cesar Guimarães, com a esposa e filhos do professor João Miranda.


quarta-feira, 27 de março de 2019

Curso ensina técnicas de cobrança na Fase

Na atual crise econômica que assola o país, o cenário de inadimplência cresce a cada dia. Muitas instituições precisam investir na atualização de conhecimentos dos seus funcionários e gestores para recuperação de crédito em suas empresas, habilitando-os em estratégias para condução de negociações, utilização de métodos eficazes de cobrança, prevenção da inadimplência e recuperação dos clientes.

Para atender à crescente demanda, a Faculdade Arthur Sá Earp Neto (FMP/Fase) está com inscrições abertas para a segunda turma do Curso de Extensão em Cobrança: a chave do sucesso em tempos de crise – estratégias e técnicas.

“Na atual conjuntura nacional de crise financeira, as empresas vivenciam um novo cenário, onde a recuperação de crédito se torna ferramenta indispensável à sobrevivência de seus empreendimentos. Entretanto, boa parte dos profissionais desempenha com desconforto e inabilidade as funções de cobrança, comprometendo significativamente o rendimento de suas empresas. Por isso, o curso se propõe a instrumentalizar os funcionários e gestores com o conhecimento necessário para habilitá-los, não só a recuperarem de forma significativa os débitos registrados em seus faturamentos, como também resgatar clientes como potenciais consumidores e compradores, além de prevenir novas inadimplências”, ressalta Lorena Lopes Baptista, coordenadora do curso de extensão da FMP/Fase.

Direcionado aos profissionais responsáveis pela operação de cobrança em empresas, como imobiliárias, instituições de ensino, escritórios de contabilidade e de advocacia, instituições financeiras, comércio em geral, empresas prestadoras de serviço e profissionais autônomos, o curso será realizado nos dias 13 e 27 de abril, 04 e 11 de maio de 2019 (sábados), das 13h às 17h. Outras informações e as inscrições estão disponíveis no site: www.fmpfase.edu.br.