sexta-feira, 6 de março de 2020

Recepção de Ingressantes 2020.1


Na última segunda-feira (02), a direção e o corpo docente da Faculdade de Medicina de Petrópolis/Faculdade Arthur Sá Earp Neto (FMP/Fase) deram as boas-vindas aos novos alunos da instituição, que começam a estudar neste primeiro semestre de 2020. Os ingressantes dos cursos de Administração, Enfermagem, Medicina, Nutrição, Odontologia, Psicologia e Radiologia foram recebidos com um lanche e participaram de atividades integradoras. 

Confira algumas fotos:















Prêmio Maestro Guerra Peixe de Cultura


Mais uma vez a FMP/Fase é indicada ao Prêmio Maestro Guerra Peixe de Cultura, na categoria Artes Visuais, com a exposição “Você não precisa se esconder”, da ilustradora Helena Morani.

A exposição “Você não precisa se esconder” é um desdobramento da Campanha de Enfrentamento da Violência contra a Mulher, lançada em 2018 pela FMP/Fase, em parceria com os diretórios acadêmicos e o Cofem, Coletivo Feminista, e conta com obras que mergulham no universo feminino e que abordam de forma leve a aceitação do corpo, a feminilidade e também as diversas formas de violência contra a mulher.

A solenidade de entrega será no dia 11 de maio.


FMP/Fase promove curso em parceria com a Universidade de Oxford


A Faculdade Arthur Sá Earp Neto/Faculdade de Medicina de Petrópolis (FMP/Fase) vai sediar, nos dias 26, 27 e 28 de junho, das 08h às 18h, a segunda edição do curso Teaching Evidence-Based Medicine (Ensinando Medicina Baseada em Evidências) em parceria com a Universidade de Oxford, através da Oxford-Brazil EBM Alliance, direcionado para docentes, profissionais de saúde, pesquisadores e epidemiologistas envolvidos com ensino de MBE.

Em Oxford, o curso é um dos mais famosos e procurados da instituição britânica, sendo oferecido apenas uma vez ao ano, e faz parte da grade ofertada aos alunos de mestrado e doutorado em Saúde Baseada em Evidências da universidade. Os interessados podem obter outras informações e efetuar as inscrições, no site: www.fmpfase.edu.br. As vagas são limitadas!

A aliança de cooperação científica tem a FMP/Fase como instituição acadêmica de referência no Brasil. Para a faculdade, essa parceria abre a oportunidade de intercâmbio de ensino e pesquisa no âmbito da graduação e pós-graduação com uma universidade de ponta, referência em Medicina (figura entre as melhores no ranking mundial) e uma das pioneiras no ensino de Medicina Baseada em Evidências.

“Este é o segundo curso da parceria acadêmico-científica Oxford-Brazil EBM Alliance, focado em capacitar os profissionais de saúde para que desenvolvam suas habilidades no ensino de Medicina Baseada em Evidências. Acredito que essa aliança de cooperação vá abrir portas para alunos e professores que tenham interesse em programas de extensão e pós-graduação na Universidade de Oxford, além de projetar nacional e internacionalmente a FMP/Fase como um centro de referência nesta área. Além disso, existe a perspectiva de projetos conjuntos de pesquisa envolvendo as duas instituições na área de MBE”, frisa o médico e professor da FMP/Fase, Luís Eduardo Fontes, coordenador do curso de extensão “Ensinando Medicina Baseada em Evidências”.

Além do prof. Luís Eduardo Fontes, também ministrarão o curso, Enderson Miranda, CEO da OnSomble, empresa americana que desenvolve plataformas de aprendizagem virtual para profissionais de saúde, Rachel Riera, professora adjunta de MBE da Unifesp, e David Nunan, pesquisador sênior da Universidade de Oxford, primeiro professor visitante da FMP/Fase. Sua atuação em projetos do Grupo de Pesquisa em Medicina Baseada em Evidências - MBE, sob a coordenação do prof. Luis Eduardo, possibilita a promoção do ensino, da prática e da avaliação da MBE na faculdade, além da projeção nacional e internacional da FMP/Fase como referência de excelência em ensino e pesquisa na área.

“O ensino adequado de MBE é um elemento fundamental para a prática clínica e de cuidados de saúde mais coerentes e fundamentados nas melhores evidências científicas, levando em consideração os valores individuais dos pacientes e a experiência clínica do profissional. Outro ponto positivo é o intercâmbio que o evento oferece, permitindo e facilitando o contato com profissionais de outras instituições, abrindo espaço para a troca de experiências e novas oportunidades de cooperação dentro do Brasil”, destaca o coordenador do curso.




Mobilização e Paralisação dos Residentes

Nesta terça-feira (3), residentes em Saúde de todo o país promoveram o Dia Nacional de Mobilização e Paralisação, em protesto contra as mudanças realizadas pelo Governo Federal na alíquota do recolhimento da previdência paga por residentes – que passou de 11% para 14% ao incorporar as novas regras da Reforma da Previdência.

A manifestação recebeu apoio do Fórum Nacional de Coordenadores de Residências em Saúde. Em nota, o FNRS explicou que o aumento no recolhimento agrava ainda mais a situação vivenciada pelos residentes que trabalham 60 horas por semana em regime de exclusividade, recebendo bolsas defasadas pela inflação acumulada desde o último reajuste, realizado em março de 2016.

Em Petrópolis, os residentes da FMP/Fase nas áreas de Enfermagem em Terapia Intensiva, Enfermagem Obstétrica e multiprofissional em Atenção Básica se reuniram no hall da instituição para refletirem sobre os seus descontentamentos em relação ao reajuste salarial, alíquota de 14% e melhorias de trabalho.

“Voltar os espaços de discussão sobre residência é fundamental para o crescimento e o desenvolvimento dos Programas de Residências. A nomeação de seus representantes na Comissão Nacional de Residentes se faz urgente”, salienta a coordenadora da Comissão de Residência Multiprofissional e Uniprofissional da Fase, Regina Shiraishi.


terça-feira, 3 de março de 2020

FMP/Fase realiza primeira solenidade de formatura de residentes em Petrópolis



Na última sexta-feira (28), a Faculdade de Medicina de Petrópolis/Faculdade Arthur Sá Earp Neto (FMP/Fase) realizou a primeira solenidade de formatura dos Programas de Residência nas áreas Médica, Multiprofissional em Atenção Básica e Profissional da Saúde.

Agora, novos especialistas ingressam no mercado de trabalho e podem ampliar os serviços e os atendimentos oferecidos na rede pública de saúde, através do SUS. No total, foram formados 27 especialistas na área Médica, nas seguintes especialidades: Anestesiologia, Clínica Médica, Cirurgia Geral, Endoscopia, Medicina de Família e Comunidade, Obstetrícia e Ginecologia, Pediatria e Radiologia e Diagnóstico por Imagem. 

“A Residência Médica é uma formação profissional do médico que faz uma especialização, para se tornar especialista em alguma área da medicina. É um treinamento em serviço que se caracteriza pela atuação já dentro de um serviço profissional, no qual ele é supervisionado por profissionais mais experientes. Além de todas as especialidades que já temos, esse ano, a Faculdade de Medicina de Petrópolis está abrindo turma para a nova Residência em Urologia. Essa é a nossa primeira cerimônia de formatura para os programas de residência, que virou uma tendência nacional e estamos aderindo”, destaca o médico Miguel Koury, coordenador dos Programas de Residência Médica da FMP/Fase.

Reconhecida como uma cidade tranquila na Região Serrana do Rio de Janeiro, Petrópolis atrai profissionais de outros estados não apenas para cursar a graduação em Medicina, mas também para os Programas de Residência, conhecidos nacionalmente pela excelência na formação e na oferta de amplos espaços próprios de atuação para o processo de ensino-aprendizagem.

“Eu vim de Goiânia para fazer graduação aqui, me formei em 2013. Então, já tinha raízes na cidade e um grande carinho pela instituição. Decidi retornar para fazer a especialização por já conhecer a qualidade do ensino e a dinâmica da FMP. Fico feliz de rever alguns professores e colegas de turma. É uma sensação diferente agora, pois o ciclo foi fechado como especialista na área que escolhi”, destaca Pedro Henrique Campos, formado no Programa de Residência em Endoscopia Digestiva da FMP/Fase. 

Na área Multiprofissional em Atenção Básica foram formados mais seis especialistas e na área Profissional da Saúde, a primeira formação em Enfermagem Obstétrica.

“A Residência Multiprofissional engloba três profissões, na FMP/Fase enfermagem, nutrição e psicologia, e tem o intuito de integrar esses saberes. No nosso caso, com foco na atenção básica. Temos a felicidade de saber que nossos egressos estão inseridos no mercado de trabalho, principalmente atuando aqui no município”, ressalta Regina Shiraishi, coordenadora da Comissão de Residência Multiprofissional e Uniprofissional da Fase.
Esse ano, foi realizada a primeira formação do Programa de Residência em Enfermagem Obstétrica da FMP/Fase. Agora, Samara poderá atuar na assistência da mulher no pré-natal, parto e pós-parto em situações de baixo risco.

“Estou muito feliz por me formar aqui. Eu fiz a graduação em Minas Gerais, mas pesquisando vi que teria a abertura desse programa de residência na FMP/Fase. Aceitei o desafio de mudar de estado por conta dos estudos, visando as oportunidades de crescimento profissional”, comenta Samara Belisa Vieira Lobo, primeira residente da FMP/Fase formada em Enfermagem Obstétrica.

A parceria do Governo Municipal com a Instituição de ensino superior na formação dos residentes recebeu elogios. “Essa relação com a FMP/Fase dá certo, porque as propostas, os projetos, as residências e o perfil dos residentes são discutidos em conjunto. Formar profissionais qualificados para atuarem no Sistema Único de Saúde é essencial”, comenta Maria Zenith Nunes Carvalho, coordenadora do Núcleo de Gestão em Educação de Saúde da Secretaria Municipal de Saúde de Petrópolis.

Formandos das turmas de Residência Médica, Multiprofissional e Uniprofissional da FMP/Fase.







quinta-feira, 13 de fevereiro de 2020

Fase oferece seis cursos de pós-graduação no primeiro semestre


A qualificação profissional é um diferencial no mercado de trabalho. Muitas pessoas buscam um curso de pós-graduação para ficarem mais atualizadas diante de tantas novidades na área em que atuam. Neste primeiro semestre de 2020, a Faculdade Arthur Sá Earp Neto (FMP/Fase) vai oferecer seis cursos de especialização nas áreas de saúde e gestão.

A novidade deste ano é a oferta do curso de pós-graduação em Psicologia do Esporte. Voltado para os profissionais de nível superior em Psicologia, Educação Física, Medicina e áreas afins, bem como técnicos e treinadores com ensino superior completo, o novo curso da Fase pretende capacitar os profissionais no entendimento dos fatores psicológicos que afetam o desempenho físico, habilitando-os no exercício efetivo de técnicas cognitivas e somáticas em diversos campos voltados à área esportiva. Com duração de 18 meses, as aulas vão começar em abril.

Também na área de psicologia, a Fase oferece a Especialização em Psicologia Clínica com ênfase nas Perspectivas Breves, que está na 5ª turma e apresenta um novo conceito de atendimento terapêutico que vem ganhando cada vez mais espaço no mercado. A previsão é de que as aulas tenham início em abril.  

Na área de nutrição, a instituição oferece duas especializações. A pós em Nutrição Esportiva e Estética, que tem o objetivo de capacitar os profissionais para que possam atuar na prática esportiva com conhecimentos atualizados e adequados às demandas do mercado. O curso tem duração de 24 meses, com carga horária de 400 horas, sendo 40 de atividade complementar; e a Especialização em Alergia e Intolerância Alimentar (EAD), que propõe desenvolver competências (conhecimentos, habilidades e atitudes) necessárias para a identificação e atuação no cuidado nutricional das alergias e intolerâncias alimentares, capacitando os nutricionistas para que possam atuar de forma mais efetiva na clínica nutricional. O curso tem 360 horas, com 15 meses de duração. Ambos têm previsão de início para abril.

Já na área de negócios, a FMP/Fase abre inscrições para a 3ª turma de MBA em Gestão de Projetos, que oferece capacitação na gestão profissional de projetos privados ou públicos, com ou sem fins lucrativos, independentes do setor empresarial, que também está previsto para ter início em abril.

Também há vagas para a especialização em Disfunção Temporomandibular e Dor Orofacial, com inscrições abertas para a 15ª turma, cujas aulas começam em junho. O curso, voltado para cirurgiões-dentistas e fisioterapeutas, visa formar especialistas no diagnóstico e tratamento das condições dolorosas e/ou não funcionais que acometam as articulações temporomandibulares e/ou a musculatura mastigatória, bem como das demais condições dolorosas envolvendo as regiões oral e facial.
As inscrições, política de descontos e outras informações sobre os cursos de pós-graduação da FMP/Fase podem ser obtidas no site: www.fmpfase.edu.br ou pelo telefone: (24) 2244-6468.

Gestão aplicada às empresas



Com a proposta de contextualizar os conhecimentos dos graduandos e dos profissionais de Administração no ambiente diário da pequena e da média empresa, buscando desenvolver a capacidade de análise crítica do cenário atual e as possíveis técnicas e ferramentas, a Faculdade Arthur Sá Earp Neto (FMP/Fase) está com inscrições abertas para o curso de extensão em Gestão aplicada às pequenas e médias empresas. As aulas serão realizadas nos dias 21 e 28 de março (sábados), das 13h30 às 17h. Outras informações e as inscrições estão disponíveis no site: www.fmpfase.edu.br.






Direito Digital é tema de curso na Fase



Ganhando cada vez mais espaço na sociedade, as redes sociais se tornaram fontes de estudo para muitos especialistas que investigam o comportamento dos internautas. Se por um lado a tecnologia facilitou o acesso direto das empresas aos seus consumidores, por outro pode ser um grande chamariz de problemas, caso não consigam resguardar as suas marcas. É exatamente por avaliar esse contexto, que a Faculdade Arthur Sá Earp Neto (FMP/Fase) está com inscrições abertas para o novo curso de extensão em Direito Digital.

Direcionado aos graduandos e profissionais, especialmente das áreas de Direito, Marketing, Comunicação e Tecnologia Digital, o curso vai abordar os principais impactos jurídicos que norteiam o tema de serviços digitais para que os participantes possam conhecer e observar algumas regras que colaboram para o aperfeiçoamento das estratégias, sem que impacte na performance do serviço, evitando prejuízos às empresas.
“No que se refere à força da comunicação social através das redes sociais é imprescindível que os profissionais entendam como a sociedade se comporta, para que saibam como tratar, com a devida relevância, o acesso e o uso dos dados pessoais, garantindo o direito de propriedade intelectual, autoral e material”, destaca a advogada Jaqueline Rigo, especialista em Direito Empresarial e consultora em Serviços Digitais, coordenadora do curso de extensão em Direito Digital da FMP/Fase.

A especialista explica que a postura das empresas que passaram a utilizar as plataformas de E-Commerce, com compra e venda de serviços e produtos on-line, também mudou. Algumas marcas utilizam o recurso de expor seus produtos em novos perfis de personalidade no âmbito das redes sociais, os chamados blogueiros e influenciadores digitais, possibilitando impulsionar e alavancar vendas através de Market share.

“Tudo deve ser conduzido para não ferir os direitos individuais/coletivos. Todos estamos sujeitos às regras legais que tratam de princípios de direitos básicos, sem deixar de observar que somos uma sociedade democrática. Então, alguns cuidados precisam ser tomados para que a comunicação, a publicidade e o marketing promovidos nas mídias digitais garantam o benefício pretendido ao titular da marca, da imagem/produto divulgado na mídia on-line, principalmente, sem que com isso haja prejuízos para ambas as partes”, ressalta a advogada.

O curso será realizado no campus da faculdade, nos dias 14 e 28 de março de 2020, das 9h às 18h. A carga horária é de 16h, com emissão de certificado. As inscrições e outras informações estão disponíveis no site: www.fmpfase.edu.br.


Unidade de Alimentação e Nutrição



A Faculdade Arthur Sá Earp Neto (FMP/Fase) está com inscrições abertas para o Curso de Extensão Introdução à Gestão de Unidade de Alimentação e Nutrição (UAN), que tem o objetivo de promover condições de aprofundamento de conteúdos teóricos e desenvolver habilidades relacionadas a gestão de UAN, contribuindo para formação profissional. As aulas serão realizadas nos dias 21 e 28 de março (sábados), das 13h às 17h. As inscrições e outras informações estão disponíveis no site: www.fmpfase.edu.br.

Práticas Sustentáveis



Os interessados em aprimorar seus conhecimentos na área ambiental, para que possam aplicá-los no dia a dia, seja em uma empresa, organizações da sociedade civil ou no ambiente escolar, devem estar atentos. A Faculdade Arthur Sá Earp Neto (FMP/Fase) está com inscrições abertas para o novo curso de extensão Descobrindo Práticas Sustentáveis. As aulas serão realizadas de 21 de março a 18 de abril (sábados), das 13h às 17h, no campus da faculdade. Outras informações e as inscrições estão disponíveis no site: www.fmpfase.edu.br.


segunda-feira, 10 de fevereiro de 2020

Formando professores para atuação em EAD

Ana Maria Rodrigues dos Santos - Coordenadora de Educação a Distância e de Pesquisa e Pós-Graduação da Faculdade de Medicina de Petrópolis e da Faculdade Arthur Sá Earp Neto
 Sheilane Avellar Cilento R. de Britto - Professora integrante da Coordenação de Educação a Distância da Faculdade de Medicina de Petrópolis e da Faculdade Arthur Sá Earp Neto

A legislação oficial e as políticas públicas no Brasil têm estimulado, cada vez mais, a educação a distância – EAD. Consequentemente, há uma grande expansão na oferta de cursos nesta modalidade, demandando a capacitação de docentes e profissionais para atuarem em atividades realizadas no ambiente virtual de aprendizagem (AVA).

O professor está diante de uma nova realidade, uma nova cultura, um novo aluno, fazendo-se necessário um novo olhar.  Neste sentido, para ser docente em cursos e unidades curriculares com carga horária a distância é necessária formação específica para atuação nesta modalidade.
A atenção para o desenvolvimento docente na FMP/Fase é uma constante há muitos anos. Anualmente, os professores participam em dois momentos previstos no calendário escolar durante a semana de desenvolvimento docente que ocorre antes do início de cada período letivo, organizada pelo Núcleo Pedagógico (NUPED).

Desde 2009, quando um grupo de professores da instituição desenvolveu um AVA para apoio ao ensino presencial, fazem parte desta semana oficinas de capacitação para apresentação e instrumentalização do professor para utilização dessa nova ferramenta no processo de aprendizagem.
Em 2016, com a criação da Coordenação de Educação a Distância, a realização de oficinas/cursos relacionados ao uso de tecnologia foi intensificada.

Em 2018, foi implantado o Moodle, sendo necessário capacitar os professores para essa nova ferramenta. A adesão dos docentes foi bastante significativa, o que motivou a Coordenação de EAD a oferecer o curso de Formação em Mediação Pedagógica para EAD. O curso tem como objetivo capacitar docentes para atuarem como professores-tutores, desenvolvendo competências para mediar situações de aprendizagem com a utilização de estratégias adequadas e avaliar a aprendizagem em cursos a distância.

O curso é organizado na modalidade híbrida, com 96 horas a distância e 5 horas presenciais, totalizando 101 horas. A etapa a distância ocorre no Moodle, com duração de 4 meses e os encontros presenciais ocorrem em mais de um horário, possibilitando a maior participação dos professores.
No curso são discutidos aspectos epistemológicos, metodológicos e legais que fazem parte do contexto da educação a distância no Brasil. Da mesma forma, são abordados saberes e desafios da Educação e da docência em ambientes virtuais de aprendizagem, além dos processos de avaliação mais adequados para esta modalidade de ensino.

Importante ressaltar que o curso recebeu total apoio da Coordenação Geral de Ensino, que definiu a obrigatoriedade dessa certificação para professores com carga horária a distância.

Constatou-se que a formação a partir do curso contribuiu positivamente para o desenvolvimento e implementação das unidades curriculares que ministram nesta Instituição.

A formação apropriada leva o professor-tutor a compreender qual é o seu papel como educador e, desta forma, a ter um maior comprometimento com a educação. 

Faculdade de Medicina de Petrópolis/Fase recebe estudantes do Peru, Chile e Honduras para intercâmbio

A Faculdade Arthur Sá Earp Neto (FMP/Fase) iniciou o ano colocando em prática a estratégia de incentivar o intercâmbio estudantil na instituição. O curso de Medicina recebeu, no início do mês, duas estudantes do Peru, uma de Honduras e um do Chile, para estágio nas áreas de Urgência e Emergência, Pediatria e Clínica Cirúrgica no Hospital de Ensino Alcides Carneiro.

O processo, organizado através da Coordenação Local de Estágios e Vivências (CLEV-FMP), permite que os estudantes de Medicina estrangeiros vivenciem um cenário de saúde diferente do seu país.

"A CLEV é associada a IFMSA, que é a Federação Internacional de Associações de Estudantes de Medicina, e os intercâmbios são realizados com o objetivo de inserir o aluno intercambista em estágios práticos e participação em projetos de pesquisa", salienta a coordenadora Local de Estágios e Vivências, Karina Verdan.


Desde 2015, os estudantes da FMP/Fase fazem intercâmbios em diversos países, e desde 2018 a instituição recebe alunos do exterior. Além disso, a instituição também iniciou uma parceria para mobilidade estudantil com a Universidade Nacional de Quilmes, na Argentina.

“Nossa instituição vê com muito bons olhos o intercâmbio com outras entidades de Ensino Superior, tanto de alunos quanto de professores, pois é uma ótima oportunidade para avaliarmos a nossa instituição”, ressalta o coordenador geral de ensino, Abílio Aranha. 

Os intercambistas com o coordenador geral de ensino, Abílio Aranha e a coordenadora Local de Estágios e VivênciasKarina Verdan.

FASE TV estreia novo interprograma

Um serviço tanto de prevenção quanto de promoção da saúde. Essa é a ideia do interprograma "Em Dia Com a Saúde", com dicas de cuidados e informações sobre problemas do cotidiano que têm impacto na qualidade de vida das pessoas. O primeiro episódio fala do novo coronavírus, com a participação do diretor da Faculdade de Medicina de Petrópolis, Paulo Cesar Guimarães.

Homeopatia é tema de curso na FMP/Fase

Com mais de duzentos anos, a homeopatia é o segundo método terapêutico mais empregado no mundo e atende a milhões de pacientes em todos os continentes, sendo indicado por muitos médicos e terapeutas na prevenção e também no tratamento de doenças crônicas. Dentro desse contexto, a Faculdade Arthur Sá Earp Neto (FMP/Fase) está com inscrições abertas para o novo curso de extensão em Homeopatia - bases e atualidade dos ultradiluídos, que começa no dia 10 de março.

Voltado para médicos, médicos veterinários, cirurgiões dentistas, farmacêuticos e estudantes universitários, dessas áreas da saúde, o curso pretende ajudar o aluno a desenvolver novas percepções de homem e mundo, possibilitando uma visão mais humana e próxima na relação médico-paciente, despertando um interesse mais integral em relação ao paciente e a possibilidade real de atuar na prevenção e no tratamento, obtendo resultados duradouros e suaves pelos estímulos sobre a imunidade do organismo, devolvendo o seu equilíbrio.

“Hoje se sabe que saúde não é ausência de doenças, mas o equilíbrio entre agressões e defesa. É a visão do indivíduo como um todo e suas reações. A homeopatia é indicada na prevenção agindo como uma vacina, prática já estabelecida na imunoalergologia. Além disso, atua no tratamento de doenças agudas e crônicas, onde se caracteriza por não ocasionar efeitos tóxicos e colaterais aos pacientes. Por isso, contribui com todas as especialidades médicas”, destaca o médico e especialista em Homeopatia pela Associação Médica Brasileira, Dr. Humberto Portugal, responsável pelo curso de extensão da FMP/Fase. 

Segundo o especialista, muitas pessoas preferem essa vertente medicinal ao invés dos fármacos tradicionais. “Na terapêutica alopática, eleita como “oficial”, um grande progresso foi feito com a chegada de fármacos cada vez mais específicos e potentes. São antimicrobianos, anti-inflamatórios hormonais e não hormonais e muitos outros que beneficiam os pacientes, mas com frequência são acompanhados de efeitos colaterais chegando a impedir a continuidade do tratamento. Então, a Homeopatia e outras terapias, chamadas “complementares”, se impõem como alternativas válidas, só ou em associação com as ditas “oficiais”, proporcionando excelentes resultados, fato comprovado por várias pesquisas. Por outro lado, há relatos dos pacientes que a cada dia, em maior número, se tratam com a Homeopatia”, explica o médico.

O curso será realizado do dia 10 de março a 14 de julho de 2020 (terças-feiras), das 19h às 21h, com carga horária de 36h, mais aulas práticas. Outras informações e as inscrições estão disponíveis no site: www.fmpfase.edu.br.



Curso de extensão aborda as contribuições da Psicomotricidade no Autismo Infantil

Com a proposta de apresentar aos participantes os conceitos históricos sobre o autismo e a forma de cuidar de crianças e adolescentes com diagnóstico de autismo ao longo dos anos e na contemporaneidade, o novo curso de extensão sobre as contribuições da Psicomotricidade no Autismo Infantil da Faculdade Arthur Sá Earp Neto (FMP/Fase) abordará a concepção psicanalítica sobre o autismo, sua interface com a psicomotricidade e as contribuições de ambos no autismo Infantil.

“A partir da Lei 12.764/2012, as crianças e adolescentes com diagnóstico de TEA começaram a ter garantidas suas matrículas nas escolas regulares de Educação Básica, o que acarretou a busca da formação profissional especializada para atender este público”, explica a Doutora e mestre em Educação Física,  psicomotricista, psicanalista, com estudos e pesquisa na área da saúde mental e inclusão escolar, especialista em Educação Psicomotora, Marcia Barçante Ladvocat, responsável pelo curso de extensão da FMP/Fase.

Voltado para os profissionais e graduandos, a partir do 5º período de estudos, das áreas da saúde e da educação, o curso será realizado com aulas expositivas, filmes, estudos de casos e debates, com o intuito de auxiliar os profissionais na utilização dos princípios e das forças de ação da Psicomotricidade como base nos atendimentos realizados no dia a dia.
“A psicomotricidade oferece uma formação profissional sensível, estética, preocupada com o cuidado, com o vínculo, com a transferência estabelecida com o outro. É nesse diálogo que investimos na melhora da qualidade de vida de nossos pequenos e grandes sujeitos”, destaca.

As aulas serão realizadas nos dias 09, 23, 30 de março e 06 de abril (segundas-feiras), das 18h30 às 21h30, no campus da faculdade. A carga horária é de 12h, com emissão de certificado. As inscrições e outras informações estão disponíveis no site: www.fmpfase.edu.br.

Fase oferece curso de extensão sobre Banco de Sangue e Hemoterapia Básica

Com o objetivo de discutir a proposta do banco de sangue e a doação realizada no local, apresentando conhecimentos básicos de hemoterapia para estudantes da área de saúde, o novo curso de extensão semipresencial da Faculdade Arthur Sá Earp Neto (FMP/Fase) sobre Banco de Sangue e Hemoterapia Básica terá início no dia 09 de março.
A programação do curso conta com aulas sobre a história da transfusão sanguínea, a história do banco de sangue, os principais testes laboratoriais, a triagem de doadores, os principais grupos sanguíneos, fenotipagem e as principais indicações para transfusão.

“É de suma importância que os profissionais da área da saúde tenham noções sobre a dinâmica e a estrutura de um banco de sangue dentro de um hospital, auxiliando nas demandas, orientações, captação de doadores, além de facilitar a comunicação entre outros profissionais, pacientes e a população em geral. As transfusões de sangue salvam milhares de vidas, por isso é pertinente o estímulo a cursos que visem a capacitação e a educação continuada dos profissionais de saúde nessa área específica”, explica a biomédica Ana Beserra, responsável pelo curso de extensão em Banco de Sangue e Hemoterapia básica da FMP/Fase.

O curso tem parceria com o Banco de Sangue do Hospital Santa Teresa e visa estimular a doação de sangue dos inscritos no curso. Aqueles que apresentarem o comprovante de doação de sangue no período das inscrições, receberão um cupom de desconto de R$ 15,00 para ser usado em determinados cursos de extensão da FMP/Fase. O cupom terá validade de 3 meses. Já os alunos da instituição receberão hora complementar em dobro.

A carga horária é de 20h, com emissão de certificado. As aulas começam no dia 09 de março, das 18h às 20h, no campus da faculdade. Depois, os alunos usarão a plataforma de ensino EaD, e seguem os estudos com a programação até o dia 13 de abril de 2020. Outras informações e as inscrições no site: www.fmpfase.edu.br.




Mais um passo para certificação do HEAC como Hospital Amigo da Criança

Após inaugurarem as obras do Centro Obstétrico do Hospital de Ensino Alcides Carneiro, na última semana, vencendo mais uma etapa do projeto de qualificação e transformação da unidade hospitalar, o prefeito Bernardo Rossi e a Faculdade de Medicina de Petrópolis/Faculdade Arthur Sá Earp Neto (FMP/Fase) estiveram visitando, na última quinta-feira (06), o canteiro das obras de ampliação da maternidade e pediatria.


As obras vão permitir ampliação dos leitos na Maternidade e na Pediatria.

Em ritmo acelerado, com previsão de entrega para o primeiro semestre deste ano, as obras vão permitir a criação de 20 leitos na Maternidade e de 15 leitos na Pediatria, somados aos já criados no Centro Obstétrico. Uma crescente demanda no município, uma vez que o Hospital de Ensino Alcides Carneiro concentra todos os atendimentos às parturientes do setor público de saúde e, atualmente, funciona com 44 leitos.


“Essa parceria com a prefeitura de Petrópolis, estabelecida por convênio, exige de ambas as partes um compromisso de integração. Nosso objetivo, enquanto instituição de ensino superior, é promover a formação de profissionais de saúde, em um hospital de ensino qualificado e certificado, que desenvolve boas práticas em assistência à saúde. O objetivo do município é oferecer à população o acesso a serviços hospitalares de qualidade, que atendam às demandas do sistema de saúde. Com a ampliação de leitos na maternidade e na pediatria mais benefícios serão alcançados, não somente para as mulheres parturientes e seus bebês, como também para os estudantes de graduação e residência, que contarão com espaços, equipamentos e mobiliário que garantem um ambiente qualificado para o processo de ensino-aprendizagem”, destaca Maria Isabel de Sá Earp de Resende Chaves, supervisora geral da FMP/Fase.

O Hospital de Ensino Alcides Carneiro é o maior hospital público de Petrópolis, sendo referência na Região Serrana pela qualidade na prestação de serviços na área materno-infantil. Com a parceria, a unidade recebe os investimentos conjuntos da prefeitura de Petrópolis e da instituição de ensino, definidos no Plano Municipal de Saúde, aprovado pelo Conselho Municipal de Saúde, e indicados pela Secretaria Municipal de Saúde como prioritários.

Dr. Vander Guimarães explicando como será a nova estrutura de atendimento na unidade.

Todos os esforços realizados pelo atual Governo Municipal, nessa parceria com a FMP/Fase, estão focados na oferta da melhor qualidade de atendimento à população. Após incluir o hospital na Rede Cegonha e inaugurar o Centro Obstétrico, o planejamento segue com as obras de expansão da maternidade e pediatria, e a instalação do banco de leite. Assim que tudo estiver concluído, será possível pleitear o título de Hospital Amigo da Criança para o HEAC.

“Estamos lançando um Novo HAC em parceria com a FMP/Fase para atender ao ser humano, à nossa população. Essa é a maior reforma da história do hospital: um investimento de mais de R$ 20 milhões em obras e equipamentos. Enquanto outros municípios estão fechando unidades de saúde, nós estamos reformando hospitais e ampliando a rede de atendimento. Essa é mais uma prova de que Petrópolis está vencendo a crise. Tenho certeza de que vamos mudar a história desta unidade hospitalar, que tem papel fundamental no sistema de saúde de Petrópolis”, destaca o prefeito Bernardo Rossi.

O HEAC é um dos poucos hospitais municipais do país que possui a certificação dos Ministérios da Educação e da Saúde como Hospital de Ensino. “É muito importante esse estreitamento da assistência com a docência, pois não existe uma boa assistência sem a boa docência e vice-versa. Uma precisa da outra, com a mesma importância. O aluno estimula muito o profissional que atua no hospital, pois ele precisa estar sempre se atualizando na sua área de atuação e aprofundando o seu conhecimento. Cada vez mais os alunos e os pacientes ganham, pois o atendimento será mais focado e com olhar de tudo que é mais atual na área médica”, conclui o professor e médico Álvaro Veiga, diretor de Ensino do HEAC.

Em ritmo acelerado, as obras têm previsão de entrega para o primeiro semestre deste ano.
A visita contou com a participação da supervisora geral da FMP/Fase, Maria Isabel de Sá Earp de Resende Chaves, do diretor financeiro da instituição de ensino, Afonso Chaves,  do diretor de Ensino do HEAC, Álvaro Veiga, do professor titular das disciplinas de Semiologia e Clínica Ginecológica e Obstétrica da FMP/Fase e médico obstetra do HAC, Vander Guimarães, e de membros do governo municipal, prefeito Bernardo Rossi, o vice-prefeito Baninho, e os vereadores, Silmar Fortes e Justino do RX, além dos técnicos da Secretaria de Saúde.

FMP/Fase investe em novo modelo de Centro Obstétrico do HAC

“A FMP/Fase adota a prática de ensino voltada para a medicina e os cuidados em saúde de forma mais humanizada, para que os acadêmicos tanto da graduação quanto da residência possam atuar no Sistema Único de Saúde exercendo suas funções voltadas para um atendimento de excelência aos pacientes que buscam cuidados”, explica o médico e professor Álvaro Veiga, Diretor Acadêmico de Ensino do SEHAC (Serviço Social Autônomo Alcides Carneiro).

O médico e professor Álvaro Veiga, Diretor Acadêmico de Ensino do SEHAC (Serviço Social Autônomo Alcides Carneiro).

Após passar pelas obras realizadas pela Faculdade de Medicina de Petrópolis/Faculdade Arthur Sá Earp Neto, o Centro Obstétrico do Hospital de Ensino Alcides Carneiro está remodelado e com instalações mais confortáveis para receber as gestantes.
O espaço foi ampliado, possibilitando o aumento do número de leitos de observação, leitos pré-parto, parto e pós-parto imediato. Esse novo modelo do Centro Obstétrico vem ao encontro das demandas do Programa Rede Cegonha, que preconiza fornecer às gestantes um espaço individualizado, onde possam ter a sua parturição de forma mais privativa com o acompanhante que desejarem.

O Centro de Enfermagem é monitorado por uma equipe multidisciplinar formada por médicos, pediatras, obstetras, residentes e enfermeiros.

Além disso, a partir de agora também serão oferecidos métodos não farmacológicos de alívio a dor, pois todos os quartos possuem chuveiro, bola e banqueta, para ajudar durante o processo do parto.
“Outra novidade é a forma de assistência realizada ao recém-nascido, com berços apropriados para fazer os primeiros cuidados ao lado da mãe, e permitir o contato pele a pele na primeira hora de vida do bebê, uma norma preconizada como boa prática obstétrica e pediátrica. Sobre a ótica do ensino, a FMP/Fase ganha um novo espaço para que possamos ensinar em campo, mostrando as melhores práticas e reforçando a conduta correta para o aluno”, explica Vander Guimarães, professor titular das disciplinas de Semiologia e Clínica Ginecológica e Obstétrica da FMP/Fase e médico obstetra do HAC.

A nova estrutura oferece mais conforto às gestantes durante os atendimentos.


Os recursos financeiros para a construção do novo modelo do Centro Obstétrico vieram da Fundação Octacílio Gualberto, mantenedora da Faculdade de Medicina de Petrópolis/Faculdade Arthur Sá Earp Neto (FMP/Fase), em decorrência do novo termo aditivo aos convênios anteriormente firmados entre a direção da faculdade e a Prefeitura Municipal de Petrópolis, que selam o investimento de 13 milhões no hospital de ensino, ao longo de 12 anos. 
“Essa parceria com o Hospital de Ensino Alcides Carneiro tem sido realizada há décadas, pois a faculdade reconhece a importância da unidade hospitalar para a formação dos acadêmicos da área da saúde. Nosso objetivo é proporcionar aos nossos alunos e professores melhores condições de desenvolver o processo ensino-aprendizagem, o que acaba refletindo na assistência à população que conta com um atendimento qualificado. Ao investirmos no Hospital de Ensino, há mais de 40 anos, ressaltamos o nosso compromisso com a rede pública de saúde do município”, destaca Maria Isabel de Sá Earp de Resende Chaves, supervisora geral da FMP/Fase.



04 salas de pré-parto, com banheiros individuais, para privacidade das gestantes, e material de conforto e apoio para auxiliar no trabalho de parto.

O Centro Obstétrico recebe o nome do professor e médico Dr. Marcelo Ribeiro Barroso, uma homenagem póstuma a um excelente profissional que dedicou anos de sua carreira como chefe da maternidade do Hospital de Ensino Alcides Carneiro. Seus colegas e membros da equipe da maternidade, reconhecendo a importância do Dr. Marcelo, pediram que fosse feita esta honraria, que foi aceita pelo Prefeito, Bernardo Rossi, e pela Secretária de Saúde, Fabíola Heck. Esse professor sempre se mostrava comprometido e disposto a ajudar os colegas e incessantemente preocupado com os pacientes e as suas necessidades, pois defendia com extremo vigor o serviço público.

terça-feira, 21 de janeiro de 2020

B-Fase ampliará linhas de pesquisa e novas tecnologias


A Comissão Nacional de Ética em Pesquisas (CONEP) aprovou o Biobanco da Faculdade de Medicina de Petrópolis/ Faculdade Arthur Sá Earp Neto, o B-FASE. De acordo com a Resolução CNS 441/11, Biobanco é uma coleção organizada de material biológico humano e informações associadas, coletado e armazenado para fins de pesquisa, conforme regulamento ou normas técnicas, éticas e operacionais pré-definidas, sob responsabilidade e gerenciamento institucional, sem fins comerciais.

O B-FASE é um projeto institucional que visa captar, armazenar e transferir material biológico humano para atividades de pesquisa científica, sempre arquivando sistematicamente as informações dos concedentes de modo a garantir a rastreabilidade dos materiais biológicos armazenados. Esses materiais biológicos humanos são coletados durante procedimentos cirúrgicos, que seriam descartadas após os mesmos. Após a coleta, os materiais são processados, armazenados e podem ser distribuídos para uso em pesquisas científicas, devidamente aprovadas pelo sistema CEP/CONEP.

Esse novo passo na área de pesquisa da FMP/Fase abre novos campos para pesquisa científica e também possibilita o desenvolvimento de novas tecnologias. Neste primeiro momento serão coletados cartilagem, osso, pele e dentes visando atender às pesquisas desenvolvidas na instituição.

“A implementação do Biobanco da Faculdade Arthur Sá Earp Neto (B-FASE) constitui-se num marco importante para as pesquisas desenvolvidas na FMP/FASE na medida em que disponibilizará um acervo de material biológico diverso, representativo da população brasileira, o que pode colaborar para o desenvolvimento de novas terapias; avaliação de novos medicamentos, produtos para saúde, cosméticos, etc. Além disso, a constituição de uma rede harmonizada de Biobancos tem sido uma preocupação mundial para que sejam respeitados os preceitos éticos, legais e técnico-científicos na manipulação de materiais biológicos de origem humana. A guarda de material biológico de forma organizada e padronizada possibilita que o material concedido seja melhor aproveitado e a metodologia realizada, a partir deste, apresente maior possibilidade de obtenção de resultados de alta qualidade, além de serem reprodutíveis.”, explica  Radovan Borojevic, responsável técnico do B-Fase.

Mais adiante, o B-FASE também atenderá as solicitações de pesquisas de outras instituições, desde que estejam dentro das normas éticas estabelecidas pelas legislações vigentes e também poderá firmar parcerias para a coleta dos materiais biológicos humanos.


Capacitação e Integração Docente


Em 2020, a FMP/Fase desenha novos caminhos para a próxima década do Programa de Desenvolvimento Docente (PDD), que é aplicado a cada semestre pelo Núcleo Pedagógico, visando o aperfeiçoamento pedagógico dos professores da instituição.  O PDD ocorrerá de 03 a 06 de fevereiro, com o tema “Metodologias de Ensino e o Processo de Aprendizagem”.
Nesta edição serão disponibilizadas oficinas com profissionais de diversas áreas, com o objetivo de abrir um leque de discussões sobre Metodologias Ativas, Aprendizagem e Cognição, Comunicação Interpessoal, Relatos de Experiências de Aprendizagem Exitosas na FMP/Fase, Comitê de Ética e Pesquisa / CEP:  Plataforma Brasil.
Além disso, no primeiro semestre deste ano, a FMP/Fase também receberá novos docentes. Os novos contratados participarão de um programa especial de acolhimento, no dia 07 de fevereiro, com o objetivo de integrá-los na comunidade acadêmica da instituição. A iniciativa existe desde 2018 e conta com uma visita guiada pelo campus, lanche de integração e orientações sobre processos administrativos, acadêmicos e valores da instituição.

quinta-feira, 16 de janeiro de 2020

Tradução de Revisões Sistemáticas Cochrane

Alunos do curso de Medicina participaram da tradução de duas Revisões Sistemáticas Cochrane sobre “Agonistas alfa2 adrenérgicos para prevenir complicações cardíacas em adultos submetidos à cirurgia” e " Musicoterapia para autismo ". Os artigos fazem referência à Faculdade de Medicina de Petrópolis na seção Translation Notes, na coluna à direita do site da Biblioteca Cochrane https://www.cochranelibrary.com/cdsr/doi/10.1002/14651858.CD004126.pub3/full/pt#CD004126-abs0002https://www.cochranelibrary.com/cdsr/doi/10.1002/14651858.CD004381.pub3/full/pt#CD004381-abs-0002).

Os alunos fazem parte de um grupo de tradução de Revisões Cochrane para o Português, uma das atividades do programa de iniciação científica do Grupo de Pesquisa em Saúde Baseada em Evidências da FMP/Fase, liderado pelo professor Luís Eduardo Fontes, coordenador do Centro Afiliado Rio de Janeiro, do Centro Cochrane do Brasil. Os alunos dos cursos da área de saúde interessados em participar de publicações como essa devem entrar em contato pelo e-mail riodejaneiro@centrocochranedobrasil.org.br

A Cochrane é uma colaboração global independente que produz Revisões Sistemáticas da literatura, com elevado rigor metodológico, que visam fornecer evidências de alta qualidade para a tomada de decisões em Saúde. No Brasil, conta com o apoio de cinco centros afiliados, sendo que um deles funciona em Petrópolis, no campus da FMP/Fase.