sexta-feira, 1 de julho de 2016

FMP/Fase faz parceria com importante rede internacional de pesquisa em saúde


A implantação do Centro Afiliado Cochrane de Petrópolis, na FMP/Fase, terá um papel fundamental na orientação de profissionais e gestores sobre as melhores práticas relacionadas à Saúde Baseada em Evidências.

A Cochrane, uma rede global independente de pesquisadores, profissionais, pacientes, cuidadores e pessoas interessadas em saúde, escolheu o Brasil para implantar sua primeira Rede Cochrane (Cochrane Network), com a missão de orientar profissionais e gestores sobre as melhores práticas relacionadas à Saúde Baseada em Evidências. Essa rede contará com o apoio de cinco centros afiliados, sendo um deles na cidade de Petrópolis, na Faculdade Arthur Sá Earp Neto (FMP/Fase).

O Centro Afiliado Cochrane de Petrópolis, na FMP/Fase, contará com o suporte acadêmico e logístico da faculdade e o auxílio na disseminação da cultura da Saúde Baseada em Evidências entre os alunos. A instituição ainda deverá oferecer cursos de capacitação, palestras e workshops e incentivar a criação de uma Liga Acadêmica de Saúde Baseada em Evidências. Também deverão ser lançados cursos de mestrado e doutorado nessa área.

“A escolha da FMP/Fase para sediar esse importante Centro Afiliado Cochrane de Petrópolis nos orgulha muito, pois é o coroamento do trabalho contínuo e profícuo de professores e ex-alunos da FMP que têm se dedicado a essa importante metodologia de pesquisa e revisão de literatura médica, que produz informação capaz de orientar as mais acertadas práticas em saúde. Sediar o Centro Afiliado significa oferecer novos espaços e oportunidades de geração de conhecimento em saúde, missão da nossa instituição, que fortalece o projeto Cidade Universitária”, ressalta Maria Isabel de Sá Earp, supervisora-geral da FMP/Fase.

Estudioso do tema de Saúde Baseada em Evidências, o professor Luis Eduardo Fontes ficará responsável pela coordenação do Centro da Cochrane na cidade. “Pretendemos estimular a adesão local de pacientes portadores de doenças que podem participar de Revisões Sistemáticas, contribuindo com a visão sob a ótica do paciente, modelo característico da metodologia Cochrane. Também queremos formar uma nova geração de autores de Revisões Sistemáticas da Literatura seguindo o método da Cochrane - o mais elevado nível de evidência na literatura médica, e auxiliar na tomada de decisão nas diversas áreas da saúde”, revela.

Os outros Centros Afiliados Cochrane, no Brasil, ficarão localizadas na Universidade Federal da Paraíba (João Pessoa), na Universidade Estadual do Pará (Belém), no Centro de Tratamento Multidisciplinar em Oncologia do Ceará (Fortaleza) e na Fundação Cristiano Varella (Muriaé/MG).

O Centro Cochrane no mundo

O Centro Cochrane é uma organização sem fins lucrativos, com sua sede em Londres, na Inglaterra. Tem como missão a revisão da literatura médica e a publicação de sumários clínicos organizados por especialidades e subespecialidades de todos os ensaios clínicos que existem no momento sobre as melhores práticas relacionadas à saúde. Desde 2011, ocupa um assento na Assembleia Mundial de Saúde, da OMS, contribuindo desta forma nas suas resoluções.

O Centro Cochrane conta com mais de 37 mil voluntários, de mais de 130 países ao redor do mundo. No Brasil, teve sua representação implantada em 1996, vinculada à Universidade Federal de São Paulo (Unifesp). As Revisões Sistemáticas Cochrane podem ser acessadas na Biblioteca da Cochrane (http://www.cochranelibrary.com/).

Pensando nos consumidores de informação em saúde do Brasil e em estimular uma maior interação entre a Academia (Universidade e Ciência) e a comunidade consumidora de informações sobre a melhor evidência literária de tratamentos e intervenções em saúde, foi desenvolvido o Blog Usuários em Saúde (https://consumidorescochranebrasil.com/com). 





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Departamento de Comunicação Faculdade Arthur Sá Earp Neto e Faculdade de Medicina de Petrópolis