terça-feira, 13 de setembro de 2016

Fase lança curso de graduação em Psicologia

No último sábado (10), a Faculdade Arthur Sá Earp Neto (FMP/Fase) realizou o lançamento oficial do curso de graduação em Psicologia. A aprovação do MEC para a abertura do novo curso, com nota máxima - conceito 5, garante que os estudantes da área de Psicologia tenham formação generalista, pois oferece 5 das 6 ênfases profissionais, são elas: Avaliação Diagnóstica; Clínica; Educação; Gestão; e Prevenção e Promoção da Saúde. 

A primeira turma do curso de Psicologia da FMP/Fase terá início no primeiro semestre de 2017, turno diurno, e contará com currículo baseado em competências, estruturado por eixos temáticos e desenvolvido no contexto da realidade social, o que o torna mais compatível com as exigências educacionais e profissionais da atualidade. 

"Um grande diferencial, além da integração com as demais áreas da saúde, é o fato do curso de Psicologia da Fase não ter um único viés de formação, tal como os cursos mais tradicionais de Psicologia. Além disso, garante aos estudantes a realização de atividades práticas ao logo dos 10 períodos de formação", destaca Rovena Paranhos, coordenadora do curso de Psicologia da Fase.
O objetivo da Fase é formar psicólogos capazes de diagnosticar problemas de natureza tanto psicológica quanto psicossociológica, solidamente aptos a planejar, desenvolver e avaliar intervenções que visem à prevenção e à promoção da saúde integral de indivíduos, grupos e coletividades, em qualquer âmbito de atuação.
"Eu acredito que o mais importante do curso da Fase é o fato do currículo ser inovador, de romper esse olhar da Psicologia como algo distante da sociedade, como algo individualista, o que atua apenas para clínica, escola, organização. Esse currículo oferece outra abrangência, a Psicologia para a sociedade, que na verdade é o fim útil da Psicologia", frisa Ismael Damas, representante do Conselho Regional de Psicologia do Rio de Janeiro em Petrópolis.

Os alunos do curso de Psicologia da Fase irão contar com cenários de prática próprios da faculdade, vinculados à rede pública de saúde, além de parcerias com outras instituições e organizações. "A FMP/Fase, desde a sua fundação, tem uma preocupação não só com a formação técnica, mas também com a humana. Nesse sentido, o curso de Psicologia vem agregar uma oferta que já é ampla e que tem todas as condições de atingir esses objetivos", observa Jorge Dal, presidente da Fundação Octacílio Gualberto, mantenedora da FMP e da Fase.

O curso contará com um Serviço de Psicologia Aplicada (SPA), espaço privilegiado de realização dos estágios curriculares, disponibilizando os seguintes serviços gratuitos à população: avaliação diagnóstica; atendimentos clínicos; atendimentos em psicologia educacional; atendimentos em psicologia organizacional e do trabalho; atendimentos em prevenção e promoção da saúde; e plantão psicológico. 

"Esse é mais um passo muito significativo para consolidar essa nossa vocação de educação na área de saúde. Não vai ser apenas mais um curso de Psicologia, mas um curso que pretende formar um profissional com uma visão bastante ampliada, que possa preencher as necessidades do mercado de trabalho, tanto na área clássica da Psicologia como nas outras interfaces”, ressalta Maria Isabel Sá Earp de Resende Chaves, supervisora geral da FMP/Fase.

A Fase também oferece educação continuada com cursos de Especialização em Psicologia Clínica, Psicopedagogia Clínica e Institucional, Psicologia Organizacional e do Trabalho, MBA em Gestão de Pessoas e Residência Multiprofissional em Atenção Básica. 


"Esse é um curso de graduação muito bem estruturado, talvez uma das melhores estruturas pedagógicas que eu já vi em um currículo. Eu tenho grandes esperanças da formação de psicólogos de primeira linha, de alta qualidade para o Rio de Janeiro e para o Brasil", avalia Ricardo Vieiralves de Castro, que coordena o Laboratório de Estudos Contemporâneos da Uerj e foi convidado para ministrar a palestra de lançamento do curso, sobre a Psicologia na cena contemporânea.
Coordenadora do curso de Psicologia da Fase, professora Rovena Paranhos; supervisora geral da FMP/Fase, Maria Isabel de Sá Earp de Resende Chaves; diretor da FMP, Paulo Cesar Guimarães; Dr. Ricardo Vieiralves, palestrante do dia; Coordenador de Pesquisa e Pós-Graduação, professor João Miranda; coordenadora do curso de Enfermagem, Míriam Heidemann.

Coordenadora do curso de Psicologia da Fase, professora Rovena Paranhos; membro do Conselho Regional de Psicologia do Rio de Janeiro em Petrópolis, Ismael Damas; diretor da FMP, Paulo Cesar Guimarães; supervisora geral da FMP/Fase, Maria Isabel de Sá Earp de Resende Chaves; Presidente da Fundação Otacílio Gualberto, Jorge Dal; coordenador geral de ensino, Abílio Aranha.

2 comentários:

  1. Gostaria que este curso não desse tanta ênfase à psicanálise, nem à psicologia cognitivo-comportamental, mas que abordasse com especial atenção e de forma sistematizada, a Psicologia Analítica, Gestalt e psicologia Transpessoal. Seria uma grande ruptura dos paradigmas academicistas dos cursos de psicologia já existentes em Petrópolis.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Agradecemos o comentário! Vale esclarecer, contudo, que o curso de Psicologia da Fase tem por objetivo formar psicólogos e não psicanalistas, gestaltistas, cognitivistas, comportamentalistas. O curso está organizado para formar psicólogos que, após graduados, poderão optar de maneira fundamentada e com conhecimento sólido qual especialização será mais compatível com seus propósitos pessoais e profissionais. Nesse sentido, está concebido para oferecer a formação em cinco das seis áreas da Psicologia estabelecidas pelo Ministério da Educação, conforme a matéria cita. A matriz curricular, que indica a estrutura dessa formação oferecida, está publicada no site da faculdade (http://www.fmpfase.edu.br/univ/psicologia/).

      Excluir

Departamento de Comunicação Faculdade Arthur Sá Earp Neto e Faculdade de Medicina de Petrópolis