quarta-feira, 28 de junho de 2017

Avaliação Nutricional e Promoção da Saúde são temas de projeto na FMP/Fase


Os cuidados com a saúde e a atenção em relação às necessidades nutricionais do organismo nunca estiveram tão em destaque na sociedade quanto agora. Os constantes problemas de saúde originados pelo sedentarismo e a falta de uma alimentação mais regrada tornam a avaliação nutricional uma importante aliada aos cuidados com o corpo e à promoção do bem-estar. Nesse contexto, a FMP/Fase decidiu inovar e começou a desenvolver o projeto acadêmico de “Avaliação Nutricional e Promoção de Saúde dos Funcionários”.

“Essa é uma oportunidade para os alunos se envolverem em uma atividade de pesquisa, o que enriquece a experiência acadêmica e o currículo deles. Além disso, permite que eles apliquem na prática o conhecimento adquirido em sala de aula em diferentes disciplinas”, frisa a nutricionista Aline Gaudard, professora do curso de Nutrição da Fase e responsável pelo projeto.

O projeto conta com a participação de professores e alunos do curso de Nutrição, que promovem a intervenção junto aos colaboradores de todos os setores da faculdade. Ainda na primeira etapa, que é a de coleta de dados com um questionário sobre hábitos alimentares, pesagem, medição de altura e perímetro da cintura, a avaliação já revela resultados positivos.

“As pessoas estão participando do projeto. A ideia de realizarmos esta intervenção na Fase surgiu após obtermos sucesso na empresa Orange, onde aplicamos uma metodologia parecida durante um ano. Então, resolvemos que seria uma ótima opção aplicar também na faculdade para contribuirmos com a promoção da saúde dos nossos colaboradores, além de propiciarmos aos alunos um bom cenário de aplicação prática da Avaliação Nutricional, o que está acontecendo com êxito”, explica a nutricionista Anete Esteves, coordenadora do curso de Nutrição da Fase.

Após a primeira etapa, os alunos e professores envolvidos no projeto irão realizar atividades de intervenção com foco na promoção da saúde. Com base no perfil do grupo avaliado, pretendem identificar também se há funcionários com sobrepeso e diabetes, para que possam realizar as intervenções necessárias. Em seguida, será feita mais uma avaliação nutricional para verificarem se ocorreram mudanças nos hábitos diários de cada participante.

“Nós esperamos que esse projeto chame a atenção dos funcionários para a própria saúde e contribua no estilo de vida de cada um, pois a alimentação inadequada, o sedentarismo, o tabagismo e o consumo de álcool são os principais fatores de risco para as doenças crônicas não transmissíveis, como doenças cardiovasculares, diabetes e câncer, que são as principais causas de morte no Brasil. O ambiente de trabalho é um local privilegiado para realizar essas atividades, pois quando essas ações são realizadas com um grupo de indivíduos que tem um convívio diário, o envolvimento, o comprometimento e a motivação para manter um estilo de vida saudável são maiores”, destaca a nutricionista Aline Gaudard.
 
 
 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Departamento de Comunicação Faculdade Arthur Sá Earp Neto e Faculdade de Medicina de Petrópolis