terça-feira, 27 de março de 2018

Encontro na FMP/Fase discutirá acessibilidade e inclusão no país


Acessibilidade e inclusão estarão em debate no 1º Seminário da Faculdade Arthur Sá Earp Neto (FMP/Fase) sobre Deficiência, Pobreza e Inclusão no Brasil. O encontro acontecerá no dia 4 de abril, das 14h às 19h, no campus da instituição, em Petrópolis. A organização é do Núcleo de Informação, Políticas Públicas e Inclusão Social (Nippis), vinculado à FMP/Fase e à Fiocruz.

Durante o seminário acontecerá o lançamento da edição da Revista Ciência e Saúde Coletiva, da Associação Brasileira de Saúde Coletiva (Abrasco), com o tema “Proteção social, cidadania e acesso: os desafios do Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social - BPC”. A publicação disponibiliza de forma inédita, na área de saúde no Brasil, os áudios dos artigos científicos da seção temática, buscando contribuir para a ampliação do acesso à literatura acadêmica, segundo a pesquisadora do Nippis Cristina Maria Rabelais Duarte, que organizou a edição temática ao lado do pesquisador da ENSP/Fiocruz Nilson do Rosário Costa.

O Nippis divide a organização do seminário com a Comissão de Acessibilidade da FMP/Fase, que defende e trabalha o acolhimento na instituição, sem distinções. Esse é o ponto que será abordado na abertura do encontro pela supervisora geral da instituição, Maria Isabel de Sá Earp de Resende Chaves, ao lado de Paulo Cesar Guimarães, diretor da Faculdade de Medicina de Petrópolis, Ana Maria Rodrigues dos Santos, coordenadora de Pesquisa e Pós-graduação da FMP/Fase e convidados.

Mestre em Saúde Pública e Meio Ambiente, com experiência nas áreas de políticas públicas para pessoas com deficiência e funcionalidade reduzida, de saúde coletiva e do trabalhador, o professor e pesquisador do Nippis, Miguel Marcelino, abordará o tema “Deficiência: sobre o que estamos falando?”. Já a professora Izabel Maria Madeira Loureiro Maior, mestre em Medicina Física e Reabilitação, falará, na sequência, sobre “Deficiência, Pobreza e Inclusão: os desafios brasileiros e para a saúde”. A professora foi secretária nacional de Promoção dos Direitos da Pessoa com Deficiência, da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, e hoje integra os conselhos carioca e estadual que defendem a integração da pessoa com deficiência no Rio de Janeiro.

A palestra “Deficiência, pobreza e inclusão: os desafios para a comunicação e informação em saúde” será conduzida por Aline de Souza Alves, mestre em Informática, membro do Comitê Fiocruz de Acessibilidade e Inclusão das Pessoas com Deficiência. Por sua vez, Cristina Rabelais Duarte, doutora em Políticas Públicas e mestre em Epidemiologia, enfocará a “Experiência de prática inclusiva e acessível de produção científica em saúde”.

Depois, ocorrerá o lançamento da revista da Abrasco e a abertura da exposição dos trabalhos da artista Plástica e poeta Virgínia Celeste Vendramini. Cega, Virgínia foi professora de Língua Portuguesa no Instituto Benjamin Constant, durante 27 anos. Ela possui dois livros, premiados em concursos literários e poemas publicados em oito antologias, sendo uma de poetas luso-brasileiros.

 “Desenvolvendo competências para lidar com as adversidades” será a pauta da palestra da coach Claudia Nassif, especialista em Coaching Executivo, de Carreira e de Vida. Para encerrar os trabalhos, o painel “Cenário da inclusão no Brasil (educação e empregabilidade)” terá como palestrante o educador físico Valmir de Souza, pós-graduado em Fisiologia do Exercício e Esporte Adaptado. Ele é cofundador da Biomob Soluções Inovadoras em Acessibilidade, diretor da ONG Giro Inclusivo e conselheiro municipal de Transporte e Trânsito de São Paulo.
Outras informações sobre o 1º Seminário da FMP/Fase sobre Deficiência, Pobreza e Inclusão no Brasil e as inscrições, que devem ser realizadas gratuitamente até 3 de abril, estão disponíveis no site: www.fmpfase.edu.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Departamento de Comunicação Faculdade Arthur Sá Earp Neto e Faculdade de Medicina de Petrópolis