quinta-feira, 19 de julho de 2018

Faculdade de Medicina de Petrópolis recebe estudantes estrangeiras para intercâmbio de estágio no município


As alunas, provenientes do México e da Croácia, atuarão durante um mês em unidades de saúde da cidade.

A Faculdade de Medicina de Petrópolis (FMP/Fase), através da Coordenação Local de Estágios e Vivências (CLEV-FMP) recebeu, no início deste mês, duas estudantes do México e uma da Croácia, para um intercâmbio de estágio nas áreas de cirurgia, clínica médica e pediatria. As acadêmicas passarão um mês realizando atividades em dois cenários de prática da instituição, o Hospital de Ensino Alcides Carneiro e o Ambulatório Escola.
Essa iniciativa objetiva criar uma maior mobilidade acadêmica, permitindo que os alunos estudem e estagiem por um determinado tempo em outra universidade, adquirindo novos conhecimentos e visões. “Buscando uma forma de proporcionar aos nossos alunos e aos do exterior estágios de curta duração, nós firmamos essa parceria com a CLEV. Através desta coparticipação, nós podemos aplicar as experiências que os nossos estudantes adquiriram fora do país dentro dos nossos cenários de prática e, também, proporcionar a mesma oportunidade aos alunos estrangeiros”, explica o Coordenador Geral de Ensino da FMP/Fase, Abílio Aranha.

Uma das estudantes do México, Nayibe Rosado, acredita que é uma oportunidade de crescer como profissional. “Eu vou ficar no departamento de cirurgia e espero aprender o necessário para seguir me especializando não só academicamente, mas profissionalmente. Eu acredito que existam muitas oportunidades para nós que fazemos essas atividades, pois podem nos ajudar a conseguir uma maior conexão com os médicos e um melhor aprendizado”, conta.
Para que as faculdades de Medicina possam receber estudantes estrangeiros, o processo deve ser articulado entre a instituição de ensino, a CLEV, a Direção Executiva Nacional dos Estudantes de Medicina (DENEM) e a Coordenação de Estágios e Vivências (CEV) do Brasil. Entre os programas de intercâmbio, destacam-se os Estágios Nacionais (EN), Scope e Score - voltados para a prática e pesquisa médica, NBC Cuba - vivência focada na Atenção Básica, e NBC China - que proporciona ensinamentos sobre a medicina tradicional chinesa.
 
“Eu já fui duas vezes através do Scope para o México, então eu acho que é extremamente importante fazer esse tipo de estágio no exterior para você ganhar outras experiências. É totalmente diferente o modelo de um sistema público de saúde para um privado, as pessoas e os problemas também são distintos. E você vai aprender coisas também culturalmente”, comenta a aluna do 4º ano de Medicina da FMP/Fase e coordenadora da CLEV, Rafaela Leite Bicalho.
Essa é a primeira vez que a FMP/Fase recebe estudantes do exterior para atuarem nos seus cenários de prática. Mas, desde 2015, os acadêmicos de Medicina da instituição vêm realizando intercâmbios em diversos países, como Argentina, França, Polônia, Equador, Peru, México, Cuba, Chile, Itália, Filipinas, Turquia, e Grécia. De acordo com o professor Abílio, o intercâmbio também possibilita a oportunidade de novas amizades entre os futuros médicos. “Essa prática amplia muito os horizontes dos alunos, além de eles estabelecerem relações que não se encerram com a volta para casa, pois através das redes sociais, fica uma amizade que vai se eternizando, mais um dos pontos positivos do programa”, finaliza.
 
Alunos de Medicina da FMP/Fase, junto com o Coordenador Geral de Ensino, Abílio Aranha, e a professora Eneida Veiga, responsável pelo Setor de Pediatria e Neonatologia do HAC, recepcionam as alunas intercambistas do México, Nayibe Rosado e Daniela Hernández.
 
As intercambistas reunidas, visitando a cidade. Da esquerda para direita, a aluna da Croácia, Sara Varga, e as estudantes do México, Daniela Hernández e Nayibe Rosado.
 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Departamento de Comunicação Faculdade Arthur Sá Earp Neto e Faculdade de Medicina de Petrópolis