quarta-feira, 19 de março de 2014

Alunos da Fase promovem Trote Solidário



Quando se fala em trote, a imagem que vem à cabeça é a de jovens pintados, de cabeças raspadas, andando sem rumo pelas ruas da cidade. Mas, na Fase, os veteranos dos cursos de Enfermagem e Nutrição decidiram aplicar a tradicional brincadeira de forma solidária.

O Posto de Saúde da Família, da Estrada da Saudade, unidade da FMP/Fase, foi o local escolhido para realizar o trabalho de plantação de uma horta. Os alunos capinaram um terreno nos fundos do PSF e plantaram flores, legumes e vegetais, como couve, abóbora, alface, vagem, pepino, salsa, entre outros, para que esses alimentos possam ser utilizados em atividades de nutrição junto aos moradores da região atendidos pelo posto.

“É uma atividade mais humana, solidária e criativa. A ideia é que eles possam acompanhar o crescimento desses legumes, vegetais e flores que plantaram. Uma analogia ao sonho de se formar, pois assim como se deve cuidar do que está plantado para dar os frutos, também é preciso estudar muito para se formar”, frisou Sylvia Bittencourt, enfermeira responsável pelo PSF da Estrada da Saudade.

A ideia foi fazer com que o trote, que é uma brincadeira tradicional, se tornasse um meio de socialização entre os estudantes, além de colaborar com a comunidade em que vão atuar durante a vida acadêmica. 

“Esse trote solidário é uma maneira dos veteranos conhecerem os ingressantes do curso, além de mostrarmos o cuidado e o compromisso que todos nós devemos ter com o meio ambiente e com a nossa saúde. O importante é nos unirmos para a promoção do bem comum”, ressaltou Thais Munstein, aluna do 3º período de Nutrição.

Independente do período, os alunos chegaram à conclusão de que, na verdade, o que importa é todos estarem atentos à promoção da saúde.

“Eu plantei as sementes pensando em proporcionar alimentos saudáveis para a alimentação das pessoas da comunidade que não têm condições de comprar. Fico feliz por participar de um trote em que já posso ajudar as pessoas mesmo no início do curso”, declarou Ingrid Santos, do 1º período de Enfermagem.

Com ações como essa, a FMP/Fase pretende inserir os futuros enfermeiros e nutricionistas na realidade das profissões e deixá-los cientes, desde o início do curso, dos compromissos que têm relativos ao bem estar e à saúde da população.





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Departamento de Comunicação Faculdade Arthur Sá Earp Neto e Faculdade de Medicina de Petrópolis