segunda-feira, 19 de junho de 2017

FMP/Fase recebe certificado de acessibilidade

Na última quarta-feira (14), a direção da Faculdade Arthur Sá Earp Neto (FMP/Fase) participou da solenidade de entrega dos Certificados e Selos de Acessibilidade Imperial, no Palácio Amarelo, oferecidos pela Câmara Municipal de Petrópolis às empresas e entidades que aplicaram iniciativas para garantir o acesso a prédios públicos e privados a quem tem mobilidade reduzida.
“Receber esse Certificado Imperial de Acessibilidade é uma honra para nós. A Faculdade de Medicina de Petrópolis, que em outubro completa seus 50 anos, vem investindo sempre para proporcionar a todos os seus alunos, professores e funcionários, as condições ideais de usufruir todos os seus serviços. A instituição vem investindo na acessibilidade, não só arquitetônica, mas também na pedagógica, que auxilia e serve como instrumento de acompanhamento do aluno no desenvolver do seu processo acadêmico”, explica Maria Isabel de Sá Earp de Resende Chaves, supervisora geral da FMP/Fase.
 
Ao todo, 11 empresas receberam a homenagem oferecida pela Câmara. O Selo Imperial é dado às instituições que permitem a acessibilidade parcial. Já as que cumprem exigências relativas à acessibilidade total, como é o caso da Faculdade Arthur Sá Earp Neto (FMP/Fase), são premiadas com o Certificado Imperial. A avaliação das indicadas é feita pela Comissão de Defesa das Pessoas com Deficiência e do Idoso.
“Por que o selo e o certificado? Porque você pode ter vários tipos de acessibilidade dentro do mesmo local e, assim, estimula a quem ganhou o selo a num próximo ano querer passar para o certificado. A gente tem que ter acessibilidade para todos, então, através desse prêmio, a gente está estimulando as pessoas a pensarem nisso.  A ideia é que cada vez mais a gente tenha acessibilidade na nossa cidade”, destaca a vereadora Gilda Beatriz, integrante da Comissão de Defesa das Pessoas com Deficiência e do Idoso.
A estrutura da FMP/Fase disponibiliza banheiros, telefones públicos, bebedouros e elevadores adaptados e oferece uma cadeira de rodas, que pode ter seu uso solicitado na recepção, além de vagas reservadas no estacionamento, balcões baixos, que permitem que um cadeirante possa usá-los, e cadeiras para canhotos e obesos nas salas de aula. Além disso, as entradas do elevador, as escadas e as rampas do campus contam com piso tátil. A FMP/Fase também mantém uma cartilha atualizada com orientações sobre acessibilidade no campus, disponível para consulta nos balcões de atendimento e no site da faculdade.
 
“O Certificado Imperial de Acessibilidade é, na verdade, um retorno de todo o trabalho que a comissão vem desenvolvendo na FMP/Fase com seus alunos e colaboradores que, além de oferecer a estrutura física adequada, trabalha a acessibilidade atitudinal, que é a conscientização de toda a comunidade acadêmica para que todos garantam acessibilidade a partir das suas funções originais no seu trabalho e no seu dia a dia”, destaca Ana Carolina de Sá Earp de Resende Chaves Carvalho, representante da Comissão de Acessibilidade da FMP/Fase.
 
Entrega do Certificado Imperial de Acessibilidade.
Na foto: Supervisora geral da FMP/Fase,
Maria Isabel de Sá Earp de Resende Chaves;  Vereadora Gilda Beatriz; E os membros da Comissão de Acessibilidade da FMP/Fase: Ana Carolina de Sá Earp de Resende Chaves Carvalho, Ana Helena Tibiriçá, Fátima Schmitt e Gislaine Dias.
 
Momento do discurso da Supervisora geral da FMP/Fase, Maria Isabel de Sá Earp de Resende Chaves.  

Momento do discurso da Supervisora geral da FMP/Fase, Maria Isabel de Sá Earp de Resende Chaves.  

 
 
 
 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Departamento de Comunicação Faculdade Arthur Sá Earp Neto e Faculdade de Medicina de Petrópolis