quinta-feira, 1 de novembro de 2018

Licenciatura em Enfermagem da Fase recebe nota máxima em avaliação do MEC


O curso é o único do país oferecido no novo formato determinado pela Lei de Diretrizes e Bases Nacionais para as Licenciaturas

 
O curso de graduação de Licenciatura em Enfermagem da Faculdade Arthur Sá Earp Neto (FMP/Fase) recebeu o conceito máximo do Ministério da Educação, nota 5, após avaliação de renovação de reconhecimento realizada em outubro. O curso é o único do país no formato estipulado pelo MEC para atender à Lei de Diretrizes e Bases Nacionais para as Licenciaturas, instituída em julho de 2015.

No Brasil, a modalidade de Licenciatura em Enfermagem é encontrada em apenas 11 instituições de ensino superior, sendo a FMP/Fase a única do setor privado. “A Licenciatura em Enfermagem, neste novo formato, promove a criação de uma nova categoria profissional, de docentes licenciados em Enfermagem para o magistério em educação básica e ensino técnico em Enfermagem. É um novo profissional, que poderá galgar importantes espaços, especialmente nas áreas de educação sexual, educação para o trânsito, ciências, e programas de saúde, além do potencial docente em cursos técnicos na área da saúde”, explica Míriam Heidemann, coordenadora dos cursos de Enfermagem da FMP/Fase.

Dentre os itens avaliados, a comissão do MEC destacou a infraestrutura da instituição, os serviços de apoio ao discente, o Núcleo Pedagógico, o programa de recepção aos ingressantes, a Biblioteca e seus acervos físico e virtual, a estrutura curricular, os laboratórios, o Núcleo de Ética em Pesquisa, as atividades práticas e a integração com a rede pública, a titulação dos professores (86% são mestres e doutores) e a interação da coordenação do curso com os alunos.
Os avaliadores ressaltaram, ainda, que o curso atende a todos os requisitos do MEC, que consistem na promoção de ações e políticas internas que proporcionem a reflexão sobre relações étnico-raciais, história e cultura afro-brasileira, africana e indígena, educação em Direitos Humanos, proteção dos direitos da pessoa com espectro autista, acessibilidade, disciplina de Libras e Educação Ambiental.

Os cursos de Bacharelado e Licenciatura podem ser cursados, de acordo com o desejo do aluno, ao mesmo tempo ou separadamente. Ambos seguem um desenho curricular comum, com o oferecimento de componentes curriculares na área das ciências básicas, saúde, pedagogia e enfermagem. A diferenciação é predominantemente no desenvolvimento de atividades docentes, que se iniciam no primeiro semestre do curso.

Portanto, o aluno que se forma em Licenciatura não é enfermeiro e não tem o Registro no Conselho Regional de Enfermagem. Esse título é concedido para os que concluem o curso de Bacharelado. No entanto, o profissional licenciado em Enfermagem terá o aval do Ministério da Educação para exercer o magistério. “A orientação é que o estudante opte por cursar os dois cursos concomitantemente, tornando-se um profissional mais qualificado e diferenciado, ampliando, assim, as oportunidades de inserção no mercado de trabalho”, acrescenta Míriam.
 
Em 2018, a FMP/Fase também recebeu a nota máxima nas avaliações de reconhecimento do curso de graduação tecnológica em Radiologia e de credenciamento da modalidade de Educação a Distância. As inscrições para os cursos da FMP/Fase estão abertas e é possível ingressar fazendo o Vestibular do dia 25/11, com a nota do Enem, através de transferência ou reingresso (30% desconto nas mensalidades), Fies ou Prouni.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Departamento de Comunicação Faculdade Arthur Sá Earp Neto e Faculdade de Medicina de Petrópolis