quinta-feira, 4 de abril de 2019

Petrópolis recebe novos profissionais para o SUS

O mês de abril começa com uma boa notícia para o setor municipal de saúde. Neste dia primeiro, a cidade deu as boas-vindas aos 44 novos residentes da Faculdade de Medicina de Petrópolis/Faculdade Arthur Sá Earp Neto (FMP/Fase) que ingressam no Sistema Único de Saúde. São profissionais médicos, enfermeiros, psicólogos e nutricionistas integrantes dos Programas de Residência Médica, Multiprofissional e em Área Profissional da Saúde integrados ao Pró-Residência do Ministério da Educação e do Ministério da Saúde.

Os residentes já começaram a exercer suas funções, no dia primeiro de março, nas Unidades de Saúde da Família que são geridas pela FMP/Fase, no Ambulatório Escola da faculdade, localizado em Cascatinha, além do Hospital Municipal Dr. Nelson de Sá Earp e do Hospital de Ensino Alcides Carneiro, e nos serviços conveniados, como: Hospital Federal de Bonsucesso, Hospital Universitário Antônio Pedro, Inca, Instituto Estadual de Cardiologia Aloysio de Castro (IECAC), Centros de Atenção Psicossocial, dentre outras instituições.

“É extremamente importante esse processo de residência, que é uma complementação da graduação. Ela prepara quase que totalmente o profissional, isso porque a gente tem sempre que se atualizar e ir aprendendo até o nosso último dia de vida profissional. Na residência, os profissionais que buscam essa especialização contam com a presença e a experiência do preceptor, que está ali para acompanhar os atendimentos e auxiliar nos diagnósticos, pois é um médico que já está atuando na área específica há mais tempo”, salienta Paulo Cesar Guimarães, diretor da Faculdade de Medicina de Petrópolis.

No total, são 09 profissionais na Residência Multiprofissional em Atenção Básica, 06 em Residência em Área Profissional em Saúde e 29 em Residência Médica. Os residentes vieram de diversas cidades do Rio de Janeiro e de Minas Gerais. A parceria entre a FMP/Fase e a Prefeitura Municipal garante que o SUS tenha mais profissionais atuando na cidade. 

“A parceria entre a FMP/Fase e a Prefeitura de Petrópolis vem funcionando há muitos anos. A novidade agora é a criação da casa de parto e de toda a evolução na parte obstétrica no Hospital de Ensino Alcides Carneiro. Como o setor de saúde pública do nosso município está sendo referência em toda a nossa região, estamos atraindo muitos pacientes de outras cidades. Antes, tínhamos uma demanda anual de 3 mil pessoas, agora temos quase 14 mil. Com toda a crise que assola o país, muitas pessoas deixaram os planos de saúde e vieram para o Sistema Único de Saúde, então é um grande desafio para nós termos como atender toda essa demanda na prestação dos serviços oferecidos”, explica Bernardo Rossi, prefeito de Petrópolis. 

Na área de residência médica, são 04 novos residentes em Anestesiologia, 01 em Cirurgia Geral, 06 em Clínica Médica, 01 em Endoscopia, 02 em Medicina de Família e Comunidade, 04 em Obstetrícia e Ginecologia, 05 em Pediatria, 02 em Área Cirúrgica Básica e 04 em Radiologia e Diagnóstico por Imagem. Na área de Residência Multiprofissional Atenção Básica, são 05 de Enfermagem, 02 de Nutrição e 02 de Psicologia. Já na Residência em Área Profissional em saúde, são 04 em Enfermagem em Terapia Intensiva e 02 em Enfermagem Obstétrica. 

“Quando comecei a procurar o local de residência, alguns amigos meus, que fizeram residência aqui em Petrópolis, começaram a me dizer que adoraram o serviço e me indicavam a faculdade como referência de ensino. Resolvi vir conhecer os serviços que são oferecidos na cidade e estou adorando. Tinham campos de atuação dentro do hospital que eu ainda não conhecia, aqui eu tenho a oportunidade de conhecer todas as áreas de atuação e me especializar de forma integral”, conta a médica Caroline Ribeiro, residente em Pediatria, moradora de Nova Iguaçu.

A proximidade com algumas cidades mineiras também reflete no interesse dos residentes por Petrópolis, que além de ser um município seguro, também oferece amplos cenários de atuação. “Eu escolhi a FMP/Fase por ser uma faculdade conceituada na região, além de estar localizada próxima à minha cidade, onde vive a minha família. Eu estou com muita expectativa de me desenvolver como pessoa e também como profissional. Não conhecia a cidade, estou me sentindo feliz, por me sentir segura e acolhida aqui”, destaca a enfermeira Fernanda Matoso, Residente em Terapia Intensiva, moradora de Juiz de Fora.

Os benefícios para a população com a chegada dos novos residentes foram enfatizados pela Secretária Municipal de Saúde, durante o evento de recepção. “A residência complementa a graduação e faz a integração ensino e serviço que é o mais importante, porque capacita melhor para o mercado de trabalho. Era uma luta que a gente levantava para Petrópolis ter a residência em enfermagem obstétrica. Esse é um caminho inclusive para a gente melhorar a qualidade do hospital. A gente teve uma experiência muito legal com duas turmas passadas e queremos mesmo que eles se formem e que possam ter os cenários reais da prática do dia a dia, já que estamos mais voltados para a assistência”, finaliza Fabíola Heck, Secretária Municipal de Saúde.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Departamento de Comunicação Faculdade Arthur Sá Earp Neto e Faculdade de Medicina de Petrópolis