sexta-feira, 18 de março de 2016

Unidade de Saúde da FMP/Fase promove ações de combate ao Aedes aegypti em escolas de Petrópolis

Devido ao aumento do número de pessoas contaminadas pelo mosquito Aedes aegypti, no Brasil, e ao aumento de casos em Petrópolis, a equipe da Unidade de Saúde da Família, do bairro Machado Fagundes, e alunas de Enfermagem da Faculdade Arthur Sá Earp Neto vêm realizando atividades de conscientização em escolas da região acerca do combate ao mosquito.

Somente no Liceu Municipal Prefeito Cordolino Ambrósio, no Centro, cerca de 120 alunos, entre 12 e 14 anos, receberam orientações sobre as doenças causadas pelo mosquito – dengue, zika, chikungunya e febre amarela –, como o inseto se infecta e se torna infectivo, sua origem, assim como a Síndrome de Guillan-Barré (doença autoimune que ocorre quando o sistema imunológico do corpo ataca parte do próprio sistema nervoso) e a Microcefalia (condição neurológica rara em que a cabeça dos bebês recém-nascidos é menor do que a média).

No mês passado, a equipe do posto, coordenada pela enfermeira Patrícia Alvim, visitou o Colégio Irmã Cecília Jardim, localizado no bairro Boa Vista, com o objetivo de contribuir na educação da comunidade, já que o local registrou casos de uma das doenças e também focos do mosquito.

Os profissionais do posto ainda visitaram o Centro de Educação Infantil Carolina Amorim, a fim de conscientizar sobre a importância da diminuição da taxa de contágio pelo Aedes aegypti, na Estrada da Saudade e regiões próximas. Na ocasião, os pais das crianças estavam presentes e puderam tirar dúvidas sobre as formas de transmissão das doenças, métodos de prevenção, curiosidades, e mitos e verdades sobre o mosquito. 

A Faculdade Arthur de Sá Earp Neto lançou o projeto Deu Zika, em apoio à campanha nacional Zika Zero, com o objetivo desenvolver ações de combate ao mosquito Aedes aegypti e as doenças que ele transmite, dentro das comunidades em que a faculdade atua.






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Departamento de Comunicação Faculdade Arthur Sá Earp Neto e Faculdade de Medicina de Petrópolis