quinta-feira, 7 de abril de 2016

Faculdade de Medicina de Petrópolis promove 1º Simpósio sobre Câncer Ginecológico

O câncer é a segunda maior causa de mortes em todo o país, de acordo com dados do Instituto Nacional de Câncer (Inca). Por isso, no último sábado (12), a Faculdade de Medicina de Petrópolis/Fase realizou seu 1º Simpósio de Oncoginecologia, com o objetivo de discutir o câncer ginecológico em seus diferentes aspectos.

Cerca de cem estudantes, médicos e professores da área de saúde se reuniram para debater sobre as formas de diagnóstico e tratamento, assim como as ocorrências das doenças estudadas pela oncoginecologia, que engloba os cânceres de vulva, vagina, colo de útero, endométrio e ovário. 

“Se por um lado, temos o câncer de mama que é de mais fácil rastreio, possuímos os cânceres ginecológicos, que são mais difíceis. E, como todo câncer, quanto mais avançado for feito o diagnóstico, mais difícil será o tratamento. Então, é importante trazer a informação para buscar a solução de uma maneira mais precoce e efetiva”, salienta o médico Vander Guimarães, professor da Disciplina de Saúde da Mulher, da FMP/Fase.

O câncer de colo uterino é o terceiro tumor mais frequente em mulheres no Brasil. Em primeiro lugar está o câncer de mama. Segundo dados do Inca, em 2016 são esperados 75 mil novos casos e cerca de 20 mil mortes em mulheres acometidas por esses dois tipos de câncer.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Departamento de Comunicação Faculdade Arthur Sá Earp Neto e Faculdade de Medicina de Petrópolis